A Freakpop

Eita, o que aconteceu com a caveirinha?

2017 foi um ano incrível para a Freakpop. Conhecemos pessoas novas, tivemos altas experiências e conquistamos muitas coisas. É claro que não tem como parar por aí, chegou o fim de ano e com ele, algumas reflexões.

Nós ficamos num impasse. Afinal o que é “geek”? Como vamos celebrar algo que a cada dia que passa deixa de ser especial? Não se tornou apenas um rótulo vazio? Tudo hoje é geek. Sua vó mexe no WhatsApp. Seu tio lê gibi. Todo mundo assiste filmes da Marvel.

Queríamos fugir disso e tentarmos nos entender um pouco melhor. O que é a Freakpop? Como nos diferenciaremos? Era tudo muito confuso. Nos sentíamos como alienígenas em nosso meio.

Foi aí que clicou…

E se a gente desce um “restart”? E estamos falando de repensar nossa proposta, não começar a usar roupas coloridas e cantar música ruim. Novo site, nova identidade, nova abordagem.

Nós não somos autoridade em nada, mas gostamos de compartilhar com nossos fãs dicas de coisas legais, ideias bacanas e ajudar a navegar esse mundo enorme que virou a tal da cultura pop.

Ainda somos a boa e velha Freakpop. Falamos de cinema, de quadrinhos, de séries. Ainda adoramos levar vocês para o cinema, fazer o texto ocasional de piadinha e até arriscar um papo sério de vez em quando. Só decidimos expandir nossos horizontes e buscar novidades e coisas legais que não costumam associar com aquela ideia empoeirada que chamamos de geek ou nerd.

Acabei de conhecer vocês

A Freakpop de uma forma ou outra existe desde 2010. Começamos como um grupo de nerds entusiasmados que queriam publicar histórias em quadrinhos…

O que obviamente não deu certo. Fomos arriscando com outras coisas e eventualmente começamos a escrever na internet. Falamos sobre cinema, séries, quadrinhos e games. Ao longo dos anos, o pessoal da Freakpop trabalhou com várias parcerias e aparecemos por aí.

Se quiser saber mais, não vemos alternativa melhor do que você dar umas clicadas no site e dar uma olhada no que costumamos fazer.

Veja na Freakpop

A Freakpop ao longo dos anos

Fomos nos envolvendo aos poucos na cultura pop paulistana. Chegamos até a ter nosso próprio evento! Mal conseguíamos imaginar que chegamos tão longe. Claro que foi bem complicado. Nem tudo foi um mar de rosas. Na verdade, não seria muito estranho falar que foi mais um oceano de lava cheio de navalhas…

… mas mesmo assim, tem sido uma jornada divertida.

Freakpop