CRÍTICA | A Qualquer Custo – Um faroeste notável!

A Qualquer Custo é um daqueles filmes que surpreende a cada minuto em tela A julgar pelo pôster e até pelo trailer, A Qualquer Custo é um filme que você facilmente...

A Qualquer Custo é um daqueles filmes que
surpreende a cada minuto em tela

qualquer custoA julgar pelo pôster e até pelo trailer, A Qualquer Custo é um filme que você facilmente deixaria para ver na Netflix ou na Tela Quente (sim, somos velhos!), mas ainda bem que já conferimos para defender essa obra prima do diretor David Mackenzie.

Jeff Bridges, Ben Foster e Chris Pine formam um trio implacável e memorável. Em um Texas árido, conhecemos os irmãos Tanner Howard (Foster) e Toby Howard (Pine), dois ladrões de banco bastante inexperientes. Eles tem a missão de levantar uma grana para salvar a fazenda da família, suas atrapalhadas os colocam na mira do mau-humorado e grosseirão Marcus Hamilton (Bridges), o xerife da cidade. Com uma sorte surreal, os dois realizam diversos assaltos, até que a “síndrome do pequeno poder” sobe à cabeça e alguns civis morrem.

Os irmãos tem uma dinâmica simples em seus planos de assalto. Roubam, trocam a grana, somem com o carro de fuga e não gastam um tostão. Bridges, por sua vez, observa, analisa e chega até a “deixar” os rapazes se safarem. Em algum momento o erro surge, a ganância fala mais alto e as máscaras caem, mostrando as verdadeiras índole e personalidade de cada irmão. Uma reviravolta inesperada.

Marcus vai além em sua investigação. Além de, obviamente, querer parar os dois assaltantes, existe alguma história ou motivação de fundo para que esses irmãos se coloquem tanto em perigo. E esse elemento é o que o torna A Qualquer Custo em um dos melhores filmes de 2017.

Para melhorar (Opa!), os irmãos Hamilton têm um passado e um plano para o futuro. Suas vidas pessoais e decisões deixam dicas aos espectadores de como será o desfecho dessa história. Em alguns momentos você sentirá raiva, em outros desespero e também compaixão. A guinada final é inusitada. Não é a toa que o roteirista Taylor Sheridan terá sua obra marcando presença nas principais premiações.

A Qualquer Custo é um filme lento, que se preocupa em estabelecer cada personagem e muito bem dirigido por David Mackenzie. O três atores principais estão em atuações dignas de aplausos. Entre nós, a pessoa que vos escreve nunca foi fã do Ben Foster, mas aqui, caro leitor, o cara dá um show!

Indicado em 3 categorias no Globo de Ouro, incluindo de Melhor Roteiroe distribuído pela Califórnia Filmes, o longa estreia dia 2 de fevereiro nos cinemas. Invistam neste faroeste, temos certeza de que a experiência será estarrecedora.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também