Arrow – Temporada 03 – Ep. 05 – The Secret Origin of Felicity Smoak

Em Arrow, o passado misterioso de Felicity volta para assolar Starling City. Nos quadrinhos, o Irmão Olho é um satélite criado pelo Batman para monitorar e registrar todos os...

Em Arrow, o passado misterioso de Felicity volta para assolar Starling City.

Nos quadrinhos, o Irmão Olho é um satélite criado pelo Batman para monitorar e registrar todos os meta-humanos da Terra, eventualmente, o satélite ganha consciência própria e usa o vírus OMAC para criar super humanos cibernéticos na população terrestre que são capazes de derrotar qualquer super poder registrado. No episódio passado de Arrow, Ray Palmer encontra alguns projetos militares da Consolidações Queen com o nome OMAC nas plantas. Nesta semana, o Irmão Olho faz uma aparição e está diretamente relacionado ao passado desconhecido de Felicity Smoak.

Antes da personagem mais popular da série entrar para a Consolidações Queen e eventualmente para o Team Arrow, ela fazia parte de um grupo de “hacktivistas” na faculdade. Brilhante desde aquela época, ela cria um supervírus. Ele é usado, seu namorado vai preso em seu lugar e tudo pelo jeito se resolve. Isto é, até um coletivo de terroristas virtuais denominado “Irmão Olho” começar a destruir Starling City invadindo a rede elétrica e financeira.

A adaptação do Irmão Olho ficou interessante, mas o passado secreto de Felicity não serviu para muita coisa para o desenvolver geral da história. A vinda da mãe de Smoak, onde descobrimos que a mãe é uma garçonete que não tem nada a ver com a geniosa filha, não passa de um clichê batido. Infelizmente, Arrow é uma grande série, mas não foi desta vez que o episódio encantou.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também