Arrow – Temporada 1 – Episódio 18 – Salvation

  Arrow é uma série intrigante, por um lado, é inegável sua originalidade ao criar uma série realista sobre um dos super heróis mais excêntricos da DC Comics, por...

 

Arrow é uma série intrigante, por um lado, é inegável sua originalidade ao criar uma série realista sobre um dos super heróis mais excêntricos da DC Comics, por outro lado, a série sofre de preguiça nos roteiros e falta de ousadia em explorar as ideias que surgem na narrativa. O episódio 18 da primeira temporada, infelizmente, ilustra isso muito bem.

Nesta semana, (ou semana passada, na verdade), o Capuz enfrenta um vigilante rival, um hacker da escola de “computadores são mágicos” que decide eliminar alvos que estão envolvidos com a destruição dos Glades. Por coincidência, alguns dos alvos também estão na lista de Oliver. O herói, estranhamente indignado que outro vigilante está eliminando vilões na cidade, vai atrás dele, eis que a premissa do episódio começa a ruir. Para não ser chato, basicamente o problema se resume assim:

1. Oliver é um vigilante assassino que elimina ferozmente pessoas de Starling City que aparecem em uma lista relacionada à destruição dos Glades.

2. Surge um vigilante assassino que elimina ferozmente pessoas de Starling City que por coincidência estão relacionadas à destruição dos Glades.

3. Oliver decide eliminar o vigilante pois atos de vigilantismo assassino são moralmente errados… quando não é ele fazendo isso…

E para jogar urina na ferida, o vigilante é meramente um homem que perdeu a esposa em um assalto nos Glades e não consegue superar o luto e decide se vingar eliminando os elementos ruins do bairro. Vingança pode ser condenável, mas as motivações dele são muito mais claras e entendíveis do que as de Oliver “Eu mato porque meu pai me deu um caderninho” Queen.

Por um lado bom, este episódio teve um dos melhores momentos com Moira Queen, após sua tentativa de assassinato de Malcolm ter falhado, a matriarca da família Queen decide jogar um perigoso jogo para despistar o perigoso Arqueiro Sombrio dos verdadeiros culpados. Para tanto, sacrifica seu único aliado para preservar sua família, após sua interação com o arqueiro, Suzanna Thompson dá um show de atuação em uma das cenas mais fortes da temporada. Em momentos fortes, Dinah Lance, a mãe de Laurel continua sua busca pela sua filha perdida e até arrisca uma conciliação com o Detetive Lance, quando isto falha, ela decide voltar para Keystone City e diz que pelo trem chegará lá em um “Flash”. Ahn? Ahn? Ahn?

Ah… disse isso porque Keystone City é a cidade onde o Flash mora nos quadrinhos…

Até a próxima!

 

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também