As Tartarugas Ninja – Nem tão ruim, nem tão bom

As Tartarugas Ninja não é ótimo, mas mostra o tipo de filme que poderia ser. Surpreendentemente, o novo As Tartarugas Ninja não é tão ruim assim. Considerando o útero fétido...

As Tartarugas Ninja não é ótimo, mas mostra o tipo de filme que poderia ser.

Surpreendentemente, o novo As Tartarugas Ninja não é tão ruim assim. Considerando o útero fétido de onde veio e seu tenebroso histórico com adaptações de desenhos animados, esse filme pelo menos captura um pouco do espírito do material original (o desenho animado e os filmes antigos, não o quadrinho ultra-violento). As tartarugas ainda são obcecadas por pizza, Splinter (Tony Shalhoub) ainda mantém um relacionamento de mestre e pai ao mesmo tempo, elas não se levam completamente a sério e boa parte do tempo se divertem nas missões. Apesar da pegada mais sombria dos trailers, as tartarugas são bem semelhantes as que crescemos assistindo. Só por esta fórmula, o filme não seria nada aclamado, mas pelo menos seria uma experiência divertida para os fãs…

… infelizmente, para o pouco que acertam, muito se erra. Toda a trama dos vilões é uma colcha de retalhos de outros filmes e, infelizmente, não são filmes particularmente bons. O plano maléfico de Destruidor (Tohoru Masamune) e o Clã do Pé é de dispersar uma nuvem tóxica em Manhattan, igual ao Lagarto em O Espetacular Homem-Aranha. A origem das Tartarugas e sua relação com April também é muito inspirada no mesmo longa. A armadura do Destruidor e seus componentes cibernéticos são idênticos ao Samurai de Prata de Wolverine – Imortal, e as tropas do Clã do Pé ao invés de Ninjas, remetem ao exército de mercenários de Bane em Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

tartarugas-ninja---

Aí é onde o filme perde a força. Por um lado, os criadores estavam dispostos a se divertir com a premissa absurda das Tartarugas Ninja e realmente mostrar quatro vigilantes répteis que moram nos esgotos, comem pizza e se comportam que nem adolescentes, por um outro lado, se esforçaram demais em deixar os vilões mais realistas, com tramas envolvendo grandes corporações a la Oscorp e papos de destino (que aliás, andam demais na moda ultimamente em Hollywood). Nesta bagunça toda, o Destruidor, o icônico vilão da série, tem uma existência meramente obrigatória e mal colocada.

as-tartarugas-ninja

Outro ponto que infelizmente pesa na trama é a própria April O´Neil. Megan Fox tem tanto talento para atuar quanto um pepino do mar tem para vencer maratonas. Considerando que das inúmeras encarnações das Tartarugas Ninja, a mais famosa era essencialmente formada de propagandas de brinquedos de meia hora, April era uma heroína marcante, com vontade própria e não se limitava a ser somente uma vítima em apuros. No filme, ela participa ativamente das aventuras, mas Fox é severamente limitada em sua capacidade de fingir que é humana.

tartarugas-ninja-

Para fãs da série, o filme é uma experiência mais divertida do que Transformers, apesar dos problemas da trama. Entre os efeitos visuais que deixam a desejar e Megan Fox desesperadamente fingindo que sabe ler e escrever, temos cenas de ações divertidas e as Tartarugas caracterizadas o suficiente para bater aquela saudade nostálgica.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Criticas

Ver também