Batman Live

Ontem foi a estréia de Batman Live aqui no vilarejo que eu vivo (São Paulo) e eu tive a grande oportunidade de comparecer em tal evento. Fiquei tão lisonjeado...

Ontem foi a estréia de Batman Live aqui no vilarejo que eu vivo (São Paulo) e eu tive a grande oportunidade de comparecer em tal evento. Fiquei tão lisonjeado com o convite que decidi falar sobre o espetáculo aqui.

Tradução: Então, ganhei um ingresso para  a estréia do Batman Live e assim que saí do topo alcoólico, lembrei que tinha que atualizar blog.

Antes de eu começar mais uma enxurrada de piadas imaturas, só vou apresentar a nova seção. A Nerd Reviews será  a nova área do blog onde vou postar críticas sobre cultura pop, shows, cinema, séries, quadrinhos. Não, eu não sou crítico profissional e não sei fazer comparações chiques tipo Godard, Almodovar ou Doritos, mas mesmo assim, vou tentar.

Bom, como falei antes, ontem fui na estréia do Batman Live. Para quem não sabe, Batman Live é uma peça de teatro que está viajando pelo mundo e tem como foco apresentar as aventuras de nosso bilionário com fetiches violentos preferido, o Batman.

A peça apresenta a origem do Cavaleiro das Trevas e seu parceiro Robin enquanto enfrentam os vilões mais famosos dos quadrinhos. Coringa, Duas Caras, Pinguim, Mulher Gato, Hera Venenosa, Charada, Espantalho e Arlequina participam da história assim como Comissário Gordon e o mordomo Alfred.

Bom, bacana, falei o básico. E a peça em si? Originalmente havia imaginado que era uma peça direcionada para criança, mas a peça inclui piadas e cenários suficientes para manter os adultos (ou eternos intermediários, como eu) interessados.

O primeiro ato começa meio devagar, todos os personagens se apresentam e contam um pouco de sua história. Alguns números circenses demoram muito e acabam afetando o ritmo da narrativa. O segundo ato melhora consideravelmente apresentando cenários mais interessantes (o batmóvel é fantástico) e uma melhor distribuição de narrativa e ação. Apesar de colorida, a peça não entra diretamente em território Batman Forever / Batman & Robin por não se tratar de um musical.

A narrativa tem horas que fica bem bobinha, mas a magnitude dos cenários tornam a experiência bem interessante. Infelizmente, o palco é construído no centro do Ginásio do Ibirapuera e boa parte dos cenários não funcionam para todos os ângulos. Comecei vendo a peça pela lateral, fiquei confuso sobre o que estava acontecendo em algumas cenas e acabava não prestando atenção em alguns momentos pois acabava olhando para o lado errado do palco e perdia a ação. Quando me sentei de frente para o palco entendi melhor as jogadas de perspectiva e imagem. Uma cena particularmente cômica foi uma batalha entre Batman e a Mulher Gato que vista de frente era uma violenta luta em queda livre pelos prédios de Gotham. De onde eu estava sentado pareciam que os atores estavam tendo o ataque epilético mais monótono da história enquanto flutuavam no ar.

E a questão que não quer calar. Vale a pena? Com certeza! Se você tem filhos ou sobrinhos eles com certeza vão pirar. Se você consegue desligar o lado adulto por algumas horas e se divertir, com certeza vai achar bacana.

Informações:

Local: Ginásio do Ibirapuera – Rua Manoel da Nóbrega, 1.361 – São Paulo/SP

Quando: 11 a 22 de Abril. Durante a semana: 21h. Em finais de semana: 11h, 15h e 19h

Mais informações: http://www.t4f.com.br

Até a próxima!

Categorias
CulturaShows

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Relacionados