CRÍTICA | Big Little Lies (HBO) – Ep. 01 – “Somebody’s Dead”

Big Little Lies é a nova série da HBO, que estreia dia 19 de fevereiro Estão preparados para muito drama e um misterioso assassinato em Big Little Lies? Baseado...

Big Little Lies é a nova série da HBO,
que estreia dia 19 de fevereiro

Estão preparados para muito drama e um misterioso assassinato em Big Little Lies? Baseado no livro de mesmo nome, a série é dirigida por Jean-Marc Vallée e conta a história de três mães que moram em uma pequena cidade litorânea. Cada uma tem uma personalidade bem diferente e um passado intrigante. A calmaria do local é assombrada por um assassinato que promete revelar os pequenos grandes segredos destas mulheres.

Reese Witherspoon é Madeline Martha Mackenzie, uma falante dona de casa rica que é a líder das mães na escola de sua filha. No caminho do primeiro dia de aula, Madeline torce o pé e recebe ajuda de Jane Chapman (Shailene Woodley), uma jovem de pouca vaidade que acaba de se mudar para lá. Ela é mãe de Ziggy, um rapazinho que se meterá em uma grande conspiração.

A melhor amiga de Madeline é Celeste Wright (Nicole Kidman). Mãe de gêmeos, é assunto na cidade, já que a mesma é casada com o belo Perry Wright (Alexander Skarsgård), 20 anos mais jovem do que ela. Juntos, eles protagonizam um amor de Shutterstock. É um casal perfeito, de relacionamento perfeito, casa perfeita, filhos perfeitos… Aos olhos dos outros.

O primeiro episódio traz dois lados da trama: o dia em que um assassinato acontece e todos as pessoas começam a delatar informações sobre a vítima e os suspeitos para a polícia; e o primeiro dia de aula que une Madaleine, Celeste e Jane após uma situação sinistra e pouco convencional envolvendo Ziggy.

O filho de Jane é acusado de machucar a filha da granfina Renata Klein (Laura Dern) na frente de todos os novos colegas de sala e de suas respectivas mães. A exposição e o abalo psicológico de uma atitude como esta revela alguns pontos importantes que estabelecem os personagens e a trama.

Além disto tudo, o episódio piloto nos conta um pouco sobre Madeline. A típica personagem que dentro de casa é uma coisa e na rua é outra. Ela é casada atualmente com Ed Mackenzie (Adam Scott), um tipão “marido companheiro” que também sabe de uns paranauês sobre ela, inclusive que ela tem sentimentos pelo ex.

Com muita tensão, Big Little Lies aparenta ser um drama cotidiano com um assassinato de fundo. Mas calma, com o que foi revelado no primeiro episódio já podemos esperar muito mais. Além da fotografia e direção impecáveis, a trama é apresentada de forma intrigante. Queremos sim saber quem é o assassino, a vítima e o desfecho da investigação, mas estas mulheres carregam algo muito mais impactante sobre suas vidas: queremos para ontem saber desses tais segredos.

Um ponto forte da trama é que os personagens são bastante reais e seus diálogos e atitudes são passíveis de julgamento da audiência o tempo todo. Incomoda se deparar com esses tipos de mães fúteis e saber que, por trás do comportamento social, existe manipulação, mentiras e consciência, além de muitos segredos. Big Little Lies restaura o elemento “fofoca” em uma narrativa surpreendente e altamente atrativa.

Integram o elenco Zöe Kravitz, James Tupper, Jeffrey Nordiing, Sarah Burns e P.J. Byrne. Big Little Lies tem produção executiva de Nicole Kidman e Reese Witherspoon.

O primeiro episódio vai ao dia 19 de fevereiro. A série é composta por 7 episódios de 1h cada. Você confere as críticas aqui na Freakpop. Fique atento!

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Críticas

Ver também