Ricardo Boechat, jornalista consagrado brasileiro, falece em acidente de helicóptero em São Paulo

Bom Dia e Boa Noite, Ricardo Boechat (1952 – 2019)

Ricardo Boechat, jornalista consagrado brasileiro, falece em acidente de helicóptero em São Paulo...

Um acidente aéreo tira a vida de um dos mais importantes jornalistas e comentarista político do país…

O jornalismo brasileiro perde a voz, a presença e a opinião Ricardo Boechat, que há vários anos, vinha atuando como apresentador e comentarista do jornal matutino da Radio Band News FM e também do Jornal da Band, na Rede Banderiantes de TV. Boechat morreu hoje pela manhã quando o helicóptero em que viajava de Campinas para São Paulo, sofreu uma  pane e caiu na pista do Rodoanel, chocando-se de frente com um caminhão.

Filho de um diplomata brasileiro, Ricardo Eugênio Boechat nasceu em Buenos Aires em 1952, quando o pai estava trabalhando na capital argentina para o Ministério das Relações Exteriores. Escolheu como profissão o jornalismo, que passou a exercer a partir do começo dos anos 70, logo que deixou a escola. Antes de conseguir o primeiro emprego, Ricardo foi militante do Partido Comunista em Niterói.

Segundo declarou ao  Memória Globo, seu primeiro emprego foi conseguido graças ao pai de uma amiga, que trabalhava como diretor comercial do Diário de Notícias. Mesmo sem saber usar uma máquina de escrever, decidiu mergulhar nessa nova vida de repórter no Rio de Janeiro já que para quem viveu a vida inteira em Niterói, a capital carioca era um planeta todo novo.

Já um pouco mais experiente, começou a escrever a coluna de Ibrahim Sued, e depois, foi para o Globo no começo dos anos 80. Teve uma rápida experiência como secretário de comunicação do governo de Moreira Franco em 1987, mas acabou voltando para o Globo, onde começou a colecionar prêmios Esso de reportagens feitas em 1989, 1992 e 2001.

Boechat foi o recordista do premio Comunique-se, sendo o único profissional do jornalismo brasileiro a ganhar nas categorias Âncora de Rádio, Colunista de Notícias e Âncora da TV. Segundo pesquisa do site Jornalistas & Cia, em 2014 foi considerado o jornalista brasileiro mais admirado no país. Ele também ganhou o Troféu Imprensa em 2016, na categoria de Melhor Apresentador de Telejornal. Nesse mesmo ano, o jornalista aceitou um convite da Disney para emprestar sua voz para um personagem da animação Zootopia. Boechat faria a voz do apresentador do telejornal de Zootopia, uma onça pintada chamada de Boi Chá.

Sua voz ponderada, não deixava de lado qualquer oportunidade de criticar governos corruptos e seus corruptores. Falou sobre o Mensalão, sobre o Petrolão, debateu contra aqueles que queriam manter tudo como está, varrendo a sujeito para baixo do tapete do povo brasileiro. Suas divertidas conversas com o colunista José Simão, eram um dos pontos altos do Jornal da BandNews FM, que apresentava pela manhã.

O Brasil e o Jornalismo Brasileiro estão mais tristes hoje. Perdeu-se uma voz poderosa e ponderada. Em tempos onde a falsidade informativa entra para atrapalhar os bons profissionais de trabalhar pela informação correta, perdeu-se uma voz que fazia a diferença.

Nosso adeus para Ricardo Boechat…

Comente via Facebook!
Categorias
NotíciasSéries

Ver também