CRÍTICA | 911 de Ryan Murphy estreia em abril no FOX Life

9-1-1 Qual é a sua emergência? Tensão total. Esta é a base da nova série criada por Ryan Murphy (American Horror Story, Glee, American Crime Story) chamada 9-1-1 (ou...

9-1-1 Qual é a sua emergência?

Tensão total. Esta é a base da nova série criada por Ryan Murphy (American Horror Story, Glee, American Crime Story) chamada 9-1-1 (ou 911), o número de emergência americana que aciona as equipes táticas específicas em casos de sinistros. Aqui, conhecemos os bastidores das ligações e seus protagonistas da polícia e corpo de bombeiros.

Prepare-para um ritmo frenético, pois 9-1-1 é alucinante.

A história é simples

Nos dias de hoje, Connie Britton (de “Nashville”, nomeada ao Emmy®) é uma das atendentes das chamadas de emergência (911). Ela é responsável por acalmar as vítimas e dar todas as orientações prévias de segurança conforme a situação das pessoas.

A tensão em cada ligação é diferente e Abby Clark (Britton) precisa se manter o mais calma possível até que a ajuda chegue. Em 9-1-1 conhecemos a sua história pessoal e também sua frustração por nunca saber o que acontece com a vítima após a chegada da ajuda.

9-1-1 Qual é a sua emergência?

Policia

Althena Grant (Angela Bassett) é a chefe da polícia de Los Angeles. Durona, com um bom faro investigativo e relacionamento interpessoal complicado, Grant precisa deixar seus problemas pessoais em casa para lidar com as emergências diárias.

Bombeiros

Peter Krause (A Sete Palmos) é o nosso “herói”. Chefe do Corpo de Bombeiros, Bobby Nash (Krause) lida com a arrogância de um integrante mais novo da academia que precisa de limites. Aqui, a relação “mentor e aprendiz” toma conta de uma trama intensa sobre diferenças pessoais, profissionais e responsabilidades.

Evan “Buck” Buckley (Oliver Stark) é o típico personagem rebelde que Ryan Murphy adora. Em 9-1-1, Evan ganha sua própria versão de Puc (Glee) ou de todos os personagens interpretados por Evan Peters na “Murphyland”.

911 Qual é a sua emergência?

Diversos casos são mostrados ao longo do primeiro episódio, mas a trama central está nos personagens e não nas emergências. A cada novo pedido de socorro, vemos a interação entre Policia e Bombeiros tendo que respeitar o que cada um pode fazer. Além disso, a central de atendimento acaba ficando de fora quando a ajuda chega, e algo em torno de Abby trará mais dramaticidade para a história.

A receita de bolo

9-1-1 segue a receita de bolo que já conhecemos das criações de Murphy: temos as problemáticas que envolve algum vício diferente, questões raciais e de sexualidade. Em compensação, o ritmo frenético traz um ar fresco para as produções do diretor e criador. 9-1-1 é mais um Grey’s Anathomy do que uma produção de suspense bem elaborada como AHS e ACS.

Queremos a tensão de cada situação de perigo, mas são os dramas dos personagens que carregam 9-1-!

Vale a pena? 

MUITO! A temática é atraente e os personagens cativantes. Assista, super recomendamos.

9-1-1 já estreou no canal FOX Life e também está disponível no FOX Play.

Küsses,

Comente via Facebook!

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
CríticasSéries

Ver também