CRÍTICA | A Barraca do Beijo (Netflix) é uma comédia romântica marcante

Ahhh como queríamos ter 16 anos novamente....

O amor está no ar! Neste inverno, prepare a pipoca e o cobertor e banque Bridget Jones assistindo ‘A Barraca do Beijo’

Ahhhh o amor…É tão prazeroso assistir um filme despretensioso, leve e romântico numa noite fria de inverno. Né? Então embarque nesse clima de “pijama e caixa de chocolate” para assistir A Barraca do Beijo na NETFLIX.

A Barraca do Beijo

Elle Evans (Joey King) e Lee Flynn (Joel Courtney) são amigos de infância e inseparáveis. Eles crescem curtindo o melhor da vida: festas, Halloween, viagens e aventuras pela escola. Juntos, formam o  casal perfeito. Sem romance, eles têm suas próprias regras e dividem tudo sobre a vida um do outro. Não há segredos, não há brigas, nem nada. Logo de cara são apresentados de uma forma que você acha que eles ficarão juntos e que o longa explorará esta descoberta. Até que…

Noah Flynn

…Aparece! Ele é irmão mais velho de Lee. O tipão durão, badboy e popular da escola, desperta em Elle um sentimento confuso que pode colocar o seu relacionamento com Lee em total risco. Uma das regras dos dois é de que Elle nunca poderia se envolver com Noah.

Da “proibição” ao desejo de fazer algo errado, Elle se envolve sim e Lee não fica sabendo.

Voltando um pouco…

Na escola eles precisam levantar dinheiro para o grande baile. Para tal, resgatam uma antiga atração de festas: A Barraca do Beijo – conhecida no Brasil como atração nas festas Juninas. Sob a promessa de Noah Flynn (Jacob Elordi) ser o participante principal para que Elle consiga a atenção das meninas populares da escola, o plano vai por água a baixo por um lado.

Primeiro por que Lee se envolve com uma garota da escola, deixando de lado a barraca. Segundo que Elle é colocada como uma das participantes e Noah, numa virada inesperada, beija a jovem sem que Lee veja.

Para não virarem alvo da escola e nem de Lee, eles mantém o relacionamento escondido até que os irmãos entram em conflito e tudo é revelado.

Muito além da Barraca…

O longa revive aquele sentimento leve e açucarado do primeiro amor. Noah e Elle formam um casal que combinam sem combinar. Suas diferenças ganham a tela, enquanto isso os tornam cada vez mais apaixonados. Acompanhamos de perto o desenrolar desta paixão, que é ardente e realista. É impossível não se identificar com as aventuras e descobertas dos dois quanto casal.

Além disso, a direção de Vince Marcello – que também assina o roteiro – é excepcional para um longa do gênero, trazendo á tona a qualidade e investimento das produções originais da Netflix. O filme é lindo como um todo. Desde os figurinos, cenografias e  cenas externas e de estúdio. Você chega a pensar: “Caraca, e isso é um filme de streaming!”. Enquanto esperamos uma produção visual singela e mais focada no drama, aqui tudo é grandioso e apaixonante. Inclusive, o elenco.

Permita-se voltar ao amor de adolescência, onde aquele sentimento avassala seu cotidiano, foco e atitudes. A Barraca do Beijo é envolvente e muito, mas muito carismático. Certamente uma grata surpresa para o gênero das Comédias Românticas Teens™.

O longa já está disponível na plataforma

Küsses,

Comente via Facebook!

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

9
The Good
  • Abordagem moderna e realista dos relacionamentos teen
  • Personagens carismáticos
  • Deram uma repaginada no tipão badboy
  • Elle eNoah formam um casal "inesperado" e
  • O "vilão" do filme é uma inversão de papel interessante
The Bad
  • Por que você tá aqui ainda? Vá dar play na Netflix!
  • Direção
    8
  • Elenco
    9
  • Roteiro
    10
  • Produção/ Fotografia
    9
Categories
CriticasFilmes

RELATED BY