A Morte do Superman, DC Comics, DC Entertainment, Sam Liu, filme a Morte do Superman, crítica A Morte do Superman

CRÍTICA | A Morte do Superman - O primeiro capítulo da saga é promissor

Uma das melhores adaptações de quadrinhos feitas pela Warner Animation, de uma história épica do Superman.

A Morte do Superman é a segunda adaptação da HQ em filme

Não é a primeira vez que a Warner Animation decide transformar um dos grandes momentos da vida do Homem de Aço nos quadrinhos, seu combate contra Apocalypse que resultou em sua “morte”, num longa animado. Em 2007, o estúdio responsável pelo clássico moderno Batman – A Série Animada (1992) trouxe a saga da contada durante mais de um ano em praticamente todas as revistas da DC Comics para a telinha, o especial A Morte do Superman.

A Morte do Superman

A primeira adaptação foi produzida pela mesma equipe da série animada do Homem de Aço, A Morte do Superman não causou o impacto desejado junto ao público. A resposta para isso é que condensar tanta história em menos de 80 minutos de duração, era praticamente impossível. Mas nada como o tempo para novos projetos.

Nova versão

Com o sucesso da adaptação da obra de Frank Miller dos anos 80, Batman – O Cavaleiro das Trevas, dividida em dois filmes, estava aberta espaço para trazer esse momento crítico da vida do ultimo filho de Krypton novamente para a telinha. Sam Liu, responsável pelas adaptações de Batman Ano 1 A Piada Mortal, foi encarregado de trazer mais drama e tensão na morte do Superman. E conseguiu.

Sam fez com que a história não ficasse apenas no combate entre o herói da DC e a criatura que vem do espaço. Ele mostra em paralelo o momento em que Clark Kent (Jerry O’Connell) decide contar para sua namorada e também colega de trabalho, Lois Lane (Rebecca Romijn), sobre sua identidade secreta. E claro, como essa decisão será uma das mais difíceis em sua vida.

Pra piorar, enquanto ele está discutindo essa revelação com Lois, seus colegas da Liga da Justiça estão tomando uma grande surra da criatura batizada de Apocalypse. A partir do momento em que o Homem de Aço entra em ação, a batalha entre dois titãs começa. Mesmo sabendo o resultado dessa primeira parte, é impressionante como Sam Liu consegue tirar a ação e entrar no drama da perda que todos sentem ao ver o sacrifício final do herói.

A tensão e a tristeza chegam nos mesmos moldes de Batman Vs Superman: A Origem da Justiça, quando o mundo percebe que perdeu um de seus mais valorosos heróis. A cena no desenho quando Lois encontra com os pais de Clark é de apertar o coração.

A Morte do Superman é um trabalho eficiente e dramaticamente perfeito. Num tempo onde os filmes de super-herois da DC Comics são mais criticados do que os filmes da concorrência, é bom saber que ainda existem adaptações animadas que enchem a telinha com o melhor das emoções dos quadrinhos.

E no ano que vem chega O Reino dos Superman

Comente via Facebook!

Autor de dois livros, um sobre Série e outro sobre Desenhos Animados, Paulo Gustavo Pereira é jornalista há 34 anos, tem uma vasta experiência em reportagens, é editor-chefe do site BesTV e fã de carteirinha de Jornada nas Estrelas. Aqui na Freakpop, Gus – para os mais íntimos – dará muitas dicas bacanas sobre séries.

Nota
9
Nota
O bom
  • Primeiro lançamento da Warner Bros em digital.
  • Sam Liu é fã de quadrinhos e leitor que entendeu o que é fazer uma boa adaptação.
O ruim
  • E o começo do filme da Era da mídia física para home Entertainment
  • Direção
    10
  • Roteiro
    8
  • Elenco (vozes)
    10
  • Enredo
    8
Categorias
CriticasFilmes

Ver também