[CRÍTICA] Belas e Perseguidas – Um longa previsível, salvo por boas piadas

Sofia Vergara e Reese Witherspoon dão show de humor em Belas e Perseguidas Estão preparados? Belas e Perseguidas chega dia 2 de Julho nos cinemas e conta com duas...

Sofia Vergara e Reese Witherspoon dão show de humor em
Belas e Perseguidas

[dropcap size=small]Estão[/dropcap] preparados? Belas e Perseguidas chega dia 2 de Julho nos cinemas e conta com duas atrizes de peso em uma comédia divertida e sensual. Sofia Vergara (Modern Family), uma das mulheres mais lindas de Hollywood – quer você queira, quer não – divide a tela com a indicada ao Oscar® Reese Witherspoon (Livre). Em Belas e Perseguidas, Cooper (Witherspoon) é uma regrada e metódica policial que está afastada das ruas após um incidente. Para retomar sua carreira, ela recebe a missão de proteger e escoltar a esposa de um traficante texano para o outro lado do estado. O que ela não imaginava é que Daniella Riva (Vergara) seria uma madame extrovertida e boca suja.

Photo by Sam Emerson - © 2015 - Metro-Goldwyn-Mayer Pictures Inc. and Warner Bros. Inc.

Photo by Sam Emerson – © 2015 – Metro-Goldwyn-Mayer Pictures Inc. and Warner Bros. Inc.

Durante a jornada até Dallas, as duas são perseguidas por bandidos, se metem em altas confusões – a la Sessão da Tarde – duelam suas diferenças psicológicas e trocam alfinetadas em espanhol. Com naturalidade, as atrizes entregam boas cenas, piadas e tensão. O entrosamento das personagens é nítido desde o primeiro encontro, o que ajuda a tirar boas risadas do público. Com um roteiro nada original, Belas e Perseguidas explora o que já vimos de melhor em filmes como Miss Simpatia (200), Miss Simpatia: Armada e Poderosa 2 (2005) e As Bem Armadas (2013).

Photo by Sam Emerson - © 2015 - Metro-Goldwyn-Mayer Pictures Inc. and Warner Bros. Inc.

Photo by Sam Emerson – © 2015 – Metro-Goldwyn-Mayer Pictures Inc. and Warner Bros. Inc.

Apesar da história previsível, Sofia Vergara entrega uma personagem divertida e irreverente como em Modern Family. Já Reese Witherspoon não deixa a desejar por sua vasta experiência. Nos momentos de ação e tiroteio, ambas demonstram boa forma e Vergara, mais uma vez, abusa de sua sensualidade para compor a Sra. Riva quando o jogo de cintura é necessário para combater os vilões.

belas-e-perseguidas-warner-critica-freakpop-05

Photo by Sam Emerson – © 2015 – Metro-Goldwyn-Mayer Pictures Inc. and Warner Bros. Inc.

Belas e Perseguidas é gostoso de assistir e, em muitos momentos, é salvo pelas criativas piadas dos roteiristas David Feeney (da série de TV “New Girl”) & John Quaintance (da série de TV “Ben & Kate”), mas falta “sustância” em um enredo vago. O longa é uma boa opção para sair de casa e espairecer. As cenas finais de crédito valem sua atenção.

Com John Carroll Lynch (“Amor a Toda Prova”) e Robert Kazinsky (“Círculo de Fogo”) também estrelam o elenco dirigido por Anne Fletcher (“A Proposta”).

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também