ELITE (Netflix) primeira temporada

CRÍTICA | ELITE é uma série da Netflix que merece toda a sua atenção

AHHHHHHHHHH que série mais maravilhosa!

ELITE, nova produção espanhola da NETFLIX já está disponível na plataforma e nós devoramos a primeira temporada

DRAMA! A gente AMA um drama bem “White People Problem” entre alunos do colegial. O bacana em ELITE é que saímos dos EUA diretamente para a Espanha em uma trama ardente que se desenrola após uma menina do colégio aparecer morta. ELITE conta a história de três alunos de classe social baixa chegando em um colégio de ricos escrotos e se adaptando a um meio que não pertence a eles. Vamos lá, sente aí, que lá vem MUITO drama.

ELITE – Personagens 

Nadia (Mina El Hammani), Samuel (Itzan Escamilla) e Christian (Miguel Herrán) ganham bolsa de estudos para mudar de colégio após um desabamento na antiga escola deles. Os três encaram esta mudança como algo positivo, de um ponto de vista estudantil, mas já sabem que a adaptação não será fácil. Além disso, eles têm desconfianças sobre a atitude da empreiteira ter ajudado com as bolsas.

Nadia é filha de palestinos, super religiosa e conservadora. Ela usa o hijab (lenço que cobre os cabelos) em respeito a sua fé. Mas o colégio não permite, já que todos lá andam uniformizados e somente os mais “influentes” tomam certas liberdades com acessórios. Nadia vira alvo de Lu (Danna Paola), a “abelha Rainha” que namora Guzmán (Miguel Bernardeau) o bonitão do colégio.

Samuel é um tímido rapaz. Ele é irmão de Nano (Jaime Lorente) que acaba de sair da prisão. Samuel quer ficar na nele, estudar. Ele está disposto a viver no anonimato, mas ele se engraça com Marina (María Pedraza), irmã de Guzmán.

Já Christian chega no colégio para fazer sua fama. Ele tem uma auto confiança insana, é metido a playboy (mesmo sendo de família simples) e está preparado para quebrar regras, transar muito, assumir o posto de garanhão e só curtir a boa vida no colégio de rico. Ele atrai a atenção de Carla (Ester Expósito) e Polo (Álvaro Rico), um casal baunilha, filhos de milionários, que querem apimentar a relação. Christian se envolve com os dois.

ELITE – Trama da primeira temporada (Netflix)

A primeira temporada de ELITE começa com a morte de Marina. A jovem aparece assassinada na piscina do colégio na mesma noite do baile de formatura. Com isso, todos os alunos são suspeitos. Entre os interrogatórios da polícia, a trama é apresentada desde o primeiro dia de aula de Nadia, Samuel e Christian.

Logo no primeiro episódio, entendemos que Samuel se envolveu afetivamente com a vítima e todos os personagens parecem esconder alguma coisa. Marina foi morta por vingança amorosa ou não? Lembra o rolo do desabamento da escola de Nadia, Samuel e Christian? Pois é, o pai de Marina e Guzmán é dono da empreiteira. Então além dos problemas entre os alunos, os pais destes jovens ricos também estão emboscados.

ELITE  – Quem matou Marina?

Não vamos entrar em spoilers, óbvio, mas uma coisa é certa: ELITE sabe construir um bom mistério. Ao longo de oito episódios vamos entender como estes promíscuos alunos se envolvem e o que culmina na morte de Marina. Enquanto entendemos as motivações da jovem vítima, conhecemos melhor os alunos da escola que vivem de imagem e poder.

Enquanto brincam de adultos, eles transam loucamente, usam drogas loucamente e vestem o que há de melhor nas lojas. Um cenário bem conhecido pelos fãs de Gossip Girl, Skins e Riverdale. Além disso, um trai o outro, um trepa com o outro, alguém é drogado sem querer numa festa, personagens se revelam sexualmente e vários pais ficam alucinados com seus filhos inconsequentes que podem manchar as famílias na alta sociedade.

Somado a isso tudo, o roteiro também traz personagens justiceiros e detetives assim como as três produções citadas. As sub tramas de ELITE são deliciosas de assistir, são cheias de clichés teens. É muito rápido o processo de empatia com os personagens, isso deve-se a excelente atuação do elenco, algo que não é unanime em Riverdale e Gossip Girl.

O drama de adolescente criado por Carlos Montero (O Tempo Entre Costuras) e Darío Madrona (Os Protegidos) em ELITE é cativante e envolvente. E sim, você demora para desconfiar sobre qual personagem é o verdadeiro assassino(a).

Há também o fator geográfico. Ao sairmos da cidadela de interior riquinha ou da Apple City, a Espanha de paralelipípedos na periferia e casas incríveis que carregam a influência da arquitetura cubista, enche os olhos de quem assiste a série bem dirigida por Ramón Salazar (Paixão Sem Limites) e Dani de la Orden (El Mejor Verano de mi vida, Party Town).

ELITE (Netflix) – Vale a pena?

MUITO! Para os fãs do gênero certamente não será uma decepção! ELITE vem com força total entre as produções originais da Netflix e nós já queremos uma segunda temporada. Agora, dicas: não assista com a sua vó na sala ou seus pais, as cenas de nudez são explícitas.

ELITE já está disponível na Netflix.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Nota
9
Nota
O bom
  • Christian, Clara e Polo! Puro amor!
  • Guzmán é muito metido.
  • Omar <3
  • Nadia é uma peça chave, prestem atenção nela.
O ruim
  • Christian, Clara e Polo! Pura raiva!
  • Guzmán é justo.
  • Nano seu fdp!
  • Direção
    8
  • Elenco
    10
  • Roteiro
    10
  • Produ
    8
Categorias
CríticasSéries

Ver também