[CRÍTICA] Férias Frustadas (2015) – Humor proibido para menores de 18 anos

Férias Frustadas ganha reboot e o resultado é genial Quando anunciaram o reboot de Férias Frustadas (1983), a expectativa pelo novo longa não foi das mais elevadas. Anos depois...

Férias Frustadas ganha reboot e o resultado é genial

Quando anunciaram o reboot de Férias Frustadas (1983), a expectativa pelo novo longa não foi das mais elevadas. Anos depois do longa original, Rusty Griswold (Ed Helms), filho do casal Clark Griswold (Chevy Chase) e Ellen Griswold (Beverly D’Angelo), é um pai de família que trabalha como piloto de avião. Rusty leva uma vida sossegada sem muitos luxos ao lado de dua esposa Debbie (Christina Applegate) e seus dois filhos James (Skyler Gisondo) e Kevin (Steele Stebbins). Debbie está cansada de ir para o mesmo local todo verão com a família, é neste momento que Rusty resolve alugar um carro e percorrer mais de 4 mil km para chegar no parque de diversões Walley World, o mesmo destino que seu pai o tentou levar muitos anos atrás.

Photo by Hopper Stone - © 2014 - Warner Bros.

Photo by Hopper Stone – © 2014 – Warner Bros.

A premissa do longa continua a mesma, mas o que temos nesta “continuação-reboot” de Férias Frustadas é uma imensidão de piadas sujas. Surpreendentemente o humor do longa foi adaptado para uma nova época. Ponto este muito válido para o remake. Muitos acham que esse tratamento de roteiro descaracterizou o que conhecíamos do longa original, mas sabemos que humor é algo que evolui de geração para geração, e apesar deste filme parecer bem mais pesado que o original, para a época, a comédia de Chevy Chase e da National Lampoon  era considerada para lá de inapropriada.

Durante a viagem da família Griswold tudo dá errado, mas de uma forma extremamente natural e até ingênua. O humor fica por conta da personalidade dos personagens e das consequências das paradas desastrosas que a família faz até chegar no destino final. De águas termais recheadas de esgoto a uma vaca morta, o filme explora temáticas peculiares e até grosseiras para manter o ritmo do filme, o que resulta em quase duas horas de muitas, mas muitas risadas.

Photo by Hopper Stone - © (c) 2014 Warner Bros. Entertainment Inc. and RatPac-Dune Entertainment LLC

Photo by Hopper Stone – © (c) 2014 Warner Bros. Entertainment Inc. and RatPac-Dune Entertainment LLC

Férias Frutadas também conta com participações especiais para lá de divertidas. Michael Peña (Homem-Formiga), Charlie Day (Círculo de Fogo), Regina Hall (franquia Todo Mundo em Pânico) e Kaitlin Olson (It’s Always Sunny in Philadelphia) aparecem como personagens nos locais por onde a família passa. E o tão aguardado Chris Hemsworth interpreta Stone, marido da irmã de Rusty, Audrey (Leslie Mann), um cowboy caricato que trabalha como “garoto do tempo” em uma emissora local. E nas horas vagas caminha pela casa exibindo seu corpo multiplica senhor escultural e seu…bem, avantajado membro sexual.

ferias-frustadas-critica-freakpop-warner-11 ferias-frustadas-critica-freakpop-warner-06

O longa não irá agradar a todos, as piadas talvez deixem parte da audiência constrangida, mas se a ideia for assistir algo realmente engraçado e ousado, vale a pena investir em Férias Frustadas. O longa, que estreia dia 10 de Setembro no Brasil, é dirigido e roteirizado por John Francis Daley (série Bones) e Jonathan M. Goldstein (roteirista de Quero Matar Meu Chefe 2). A produção do filme segue o visual dos filmes dos anos 80, com efeitos práticos inusitados e enquadramentos que valorizam o diálogo e o plano de fundo, o que ajuda a embasar as boas cenas de humor.

O elenco como um todo está bem a vontade com a proposta do filme e o veterano Ed Helms (Se Beber, Não Case), oferece um bom personagem sonso em meio às maluquices que a família Griswold tenta sobreviver. O filme tem classificação 18 anos, não recomendamos para cardíacos e nem idosos. Férias Frustadas é um excelente filme de comédia, mas é do tipo que uns odiarão e outros amarão.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também