Jurassic World: Reino Ameaçado

CRÍTICA | Jurassic World: Reino Ameaçado é tenso e emocionante

Jurassic World: Reino Ameaçado redefine o "mundo dos dinossauros"

Jurassic World: O Mundo dos DinossaurosJurassic World: Reino Ameaçado é aterrorizante e levanta um dilema importante

Bem vindos ao mundo dos dinossauros! Sim, as coisas mudaram desde a destruição do parque em Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros. O vulcão na ilha de Nublar entrou em erupção e todas as espécies que lá residem estão ameaçadas de extinção. Cabe a Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) aceitarem uma missão suicida para salvar os animais, incluindo a velociraptor Blue.

De volta ao passado

Um vulcão entra em erupção e os dinossauros da Isla Nublar vão morrer. Enquanto o governo discute se vale a pena interromper a extinção dos dinossauros, Bejamin Lockwood (Jamie Cromwell) inicia uma missão de resgate não oficial. Ele foi amigo de John Hammond (Richard Attenbourough) e o ajudou com todas as descobertas genéticas para criação dos dinossauros.

De um lado, Owen e Claire embarcam para a ilha à convite de Lockwood, do outro Dr. Ian Malcolm (Jeff Goldblum) enfrenta os políticos que decidirão o futuro dos animais.

A problemática

Em Nublar o vulcão entra em erupção e destrói o local, mas a tempo de algumas espécies serem salvas. A “Arca de Noé Lockwood” retorna para o continente, sob a promessa dos animais serem alocados em uma nova ilha para viverem em paz.

Boas intenções sempre são comandadas por vilões, né?

Descobrimos que Blue é a chave para a criação de um novo e mortal dinossauro, o Indoraptor. Surge um personagem, já conhecido, que pretende vender este novo animal como suporte bélico. Já nas terras de Lockwood, líderes militares de todo o mundo são convidados para um leilão e eles se divertem comprando dinossauros.

Owen e Claire entram em ação para tentar evitar as vendas e daí pra frente espere muita ação e momentos aterrorizantes.

O que temos de novo?

Jurassic World: Reino Ameaçado tem uma premissa simples. O ponto de discussão é a extinção deles. Algo difícil de ser decidido por Owen e Claire, já que ambos são apegados aos animais e ativistas na proteção dos mesmos. Mas a violência natural dos bichos levam os dois a aceitarem que tudo seria mais fácil se os dinossauros fossem, de uma vez por toda, extintos.

Além disso, o longa resgatou o terror com cenas de tirar o fôlego. O “Reino Ameaçado” não é só dos dinossauros, o terror causado por homens gananciosos também assusta e muito. Homem x natureza entram em um embate emocionante e a audiência não sabe de qual lado ficar.

Vale a pena?

Jurassic World: Reino Ameaçado dá medo, emociona e nos leva a experimentar a tensão que seria viver entre os Dinossauros soltos, então prepare-se para sentir raiva de Hammond, por mais incrível que seja a sua descoberta (a que nos apresentaram em 1993).

O longa tem um ritmo frenético, o visual mais escuro potencializa o clima de tensão, os personagens estão fantásticos, inclusive os novos, e a cena-pós crédito não trás conforto, só piora o dilema do longa. Esta sequência é bem melhor do que o primeiro e ainda explora essa indecisão sobre a extinção de forma bem interessante.

Dirigido por Juan Antonio Bayona e roteirizado por Colin Trevorrow e Derek Connolly, o longa estreia dia 21 de junho nos cinemas com pré-estreias pagas a partir do dia 14 de junho.

Veja também

Veja nossa Freakrítica de Jurassic World: Reino Ameaçado

Küsses,

Comente via Facebook!

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

9.3
O bom
  • Novos personagens são apresentados e todos têm arcos interessantes.
  • A trilha sonora é uma mistura de Jurassic Park e O Mundo Perdido. Simplesmente SENSACIONAL!
  • Efeitos práticos e tecnologia robótica dão vida às cenas. Fez muita diferença.
  • Muitas cenas homenageiam a primeira trilogia.
  • Prepare-se para chorar: os dinossauros estão à beira da extinção novamente!
O ruim
  • O vilão que retorna e o novo vilão são "ok". Mas faltou um pouco de profundidade.
  • Aliás, o homem é o vilão...
  • Ou seriam os dinossauros?
  • Lockwood tem uma neta, ela é uma personagem fantástica. Aguardem mais detalhes em um texto futuro aqui na Freakpop.
  • Direção
    10
  • Roteiro
    8
  • Elenco
    10
  • Produção/ Fotografia
    9
Categorias
CriticasFilmes
Para ver no cinema:

Ver também