CRÍTICA | Marvel Rising - Longa animado da Marvel é divertido

Animação da Marvel chega no Disney Channel

Depois de vários curtas, Marvel Rising ganha um longa animado e inicia uma nova fase dos heróis

Divertido e com um final que promete muitas emoções, Marvel Rising chega no Disney Channel como um longa metragem que forma, em definitivo, um novo grupo de heróis super-humanos.

De cara conhecemos duas amigas: A Ms. Marvel e a Garota Esquilo. Juntas elas tentam bancar as heroínas nas horas vagas e escondidas, já que a S.H.I.E.L.D. mantém os heróis, e os Vingadores, sob controle com muitas regras. Um dia, conhecem Dante, um inumano que controla o fogo e se mentem em confusão, chamando a atenção de Daisy Johnson e o Patriota, integrantes da S.H.I.E.L.D.

Ameaça

Muitos jovens estão desaparecidos. A Ms. Marvel e a Garota Esquilo encontram um rastro e Daisy e Patriota resolvem ajudar. Eles descobrem que a líder dos Kree estão sequestrando os heróis para viverem em um mundo onde os inumanos são soberanos e vivem sem regras. Daisy e o Patriota resolvem investigar e se metem em uma confusão ainda maior.

Novos heróis

Muitos novos heróis entram para essa trupe e Victor, um jovem até então “correto”, se revela como um grande vilão aliado a Hala, a líder dos Kree. Eles viajam para a base desses seres e daí pra frente a ação toma conta de Marvel Rising.

Vale a pena?

O longa é simplista e chega a ser “bobinho”, mas carrega o peso da Marvel que sabe introduzir os personagens e conta com um vilões bem construídos em suas motivações. O visual da animação não desaponta e os jovens heróis são carismáticos, principalmente por que muitos deles ainda não controlam seus poderes e, ao longo da jornada, precisam também se firmarem como heróis.

Marvel Rising estreia

O longa animado estreia no Disney Channel no próximo domingo e vale a pena ser conferido para curtir, principalmente, a aparição de um personagem dos Vingadores e outro dos Inumanos, aquela série exibida na SONY que nós adoraríamos esquecer que existe.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Marvel Rising
8.3
Marvel Rising
O bom
  • Quando aparece o Dentinho, é impossível não rir!
  • Ms. Marvel e Garota Esquilo são demais!
  • Capitã Marvel é demais!
O ruim
  • Não há, o primeiro ato é lento, mas vale a pena.
  • Direção (animação)
    10
  • Roteiro
    7
  • Personagens
    8
Categorias
CriticasFilmes

Ver também