[CRÍTICA] O Último Caçador de Bruxas …. e de criatividade

Vin Diesel é: O Último Caçador de Bruxas! MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA! Ok, vamos lá. Conferimos o novo projeto do ator Vin Diesel, o longa O Último Caçador de Bruxas. Diesel, que...

Vin Diesel é: O Último Caçador de Bruxas!
MUAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

o-ultimo-cacador-de-bruxas-vin-diesel-poster-freakpop-05Ok, vamos lá. Conferimos o novo projeto do ator Vin Diesel, o longa O Último Caçador de Bruxas. Diesel, que dispensa apresentações, é um cara barbudo e cabeludo em meados de 1200 que…caça bruxas. Destemido e corajoso, acompanhamos uma sequência de ação bem interessante logo na abertura do longa que retrata sua última caçada, momento em que a Rainha das Bruxas™ o amaldiçoa com a vida eterna. A bruxa morre e Diesel perde o cabelo e a barba 800 anos depois… se tornando Vin Diesel. 

Em tempos atuais nosso bravo cavaleiro segue em sua jornada que envolve manter bem distantes pedrinhas mágicas que causam tempestades, participar de uma reunião da paz mundial em uma igreja e eventualmente transar com uma mulher. Muito rico, sério e mais atônito do que o Groot, Kaulder (Diesel) perambula pela cidade para observar se as bruxas – que agora não aprontam mais – seguem suas rotinas convencionais, tipo encher a cara num bar. 

Em uma noite sem sentido qualquer, seu “parça” de trabalho morre, Dolan 36th (Michael Caine), no mesmo dia em que seu mandato seria passado para o Dolan 37th (Elijah Wood). Sem expressar nenhum sentimento pela morte de Dolan 36th, Kaulder passa a investigar sua morte e logo descobre que Belial (Ólafur Darri Ólafsson) é o responsável pelo assassinato. Com a ajuda de uma das integrantes da Jovens Bruxas (1996), digo, Chloe (Rose Leslie), eles começam uma nada incrível e pouco marcante corrida contra o tempo para salvar a vida de Dolan 36th que não está morto. 

255 palavras depois, O Último Caçador de Bruxas pode ser considerado um dos piores filmes do ano. Não só por sua premissa zero criativa, mas pelo fato de ser um filme de fantasia que a audiência simplesmente não conseguirá se importar com as figuras místicas que aparecem. Vin Diesel entrega uma de suas piores atuações como um protagonista que passou bem longe do adjetivo “heroico”, já que sua personagem até mostra tal característica nos primeiros minutos do longa ainda em 1200 e bolinha. 

Sem delongas, o filme se perde meio à efeitos especiais batidos, bruxas que mais parecem a versão do mal do Groot e cenas mornas com longas explicativas narrativas que não agregam em nada à trama central. Para piorar, a grande reviravolta é totalmente entregue pelo personagem de Elijah Wood que, sinceramente, ainda não entendemos seu propósito no elenco. Poderiam ter escalado qualquer outro ator que não esteja conectado a uma das maiores franquias do mundo: O Senhor dos Anéis

Michael Caine só sabe dar belos discursos de motivação, aliás, após deixar de ser mordomo do Bruce Wayne em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012), ele opta por virar padre para combater outros inumanos. E a amada do Jon Snow, Rose Leslie, é a única britânica no meio dessa confusão toda que se passa nos EUA e que enfrentará seu DESTINO ao lado de Kauler. Não dormiu ainda lendo esse texto? Caraca campeão, você é demais! Agradecemos a audiência. 

O Último Caçador de Bruxas é fraco, falta estrutura, enredo e principalmente um bom time de atores. Diferente de longas como João e Maria: Caçadores de Bruxas (2013) , que mesmo besta ainda explora elementos criativos – como o João ser diabético – este longa tenta copiar as cenas de ação de Van Helsing (2004) mas sem 1/10 do mesmo charme e empolgação. 

Dirigido por Breck Eisner (A Epidemia), o filme estreia dia 29 de Outubro no Brasil e desmerece sua atenção. É Vin Diesel, não foi dessa vez e sim, esse filme é uma piada. Por favor continue a investir em projetos mais velozes e/ou furiosos.

Küsses, 

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também