CRÍTICA | Paisagem de Natal - Sabe quando o casal não tem química?

Gente, mas nem esse casal sustenta o filme!

Finalmente uma comédia romântica original Netflix ruim! Paisagem de Natal é totalmente esquecível!

Todo mundo sabe que a Freakpop é a louca das comédias românticas originais da Netflix e cá estamos, firmes e fortes, cobrindo os últimos lançamentos para vocês. Até agora estava tudo bem, mas foi só Paisagem de Natal chegar na plataforma que a casa caiu. O filme é sem sal, sem açúcar, sem graça e totalmente esquecível.

CRÍTICA COM SPOILERS POR QUE SIM!

Paisagem de Natal a “trama”

Em uma cidade pequena, Clara Garrison (Kaitlyn Leeb) é a gerente de um sofisticado restaurante. Um belo dia, o proprietário do local contrata Shane Roarke (Scott Cavalheiro) como o novo chef. Ele acaba de ganhar um programa de culinária e chega na cidade chamando a atenção. Clara se encanta pelo chef e o romance começa.

Paisagem de Natal – as “sub tramas”

Shane é um jovem que está no ápice de sua carreira e ele chega até esta cidade buscando encontrar um enfeite natalino específico de uma árvore de natal específica que aparece em uma foto antiga sua e que, talvez, esteja em um hotel específico da tal cidade. Esta é a sua motivação. Conhecer a Clara é um adendo.

Clara é uma jovem que tentou abrir seu próprio negócio em Chicago, mas falhou. Agora o seu chefe, que dá em cima dela e é dono do restaurante, está usando a jovem para comprar o hotel da cidade. O mesmo que Shane está hospedado a procura do enfeite de natal.

Quando os dois se engraçam, Shane tá com síndrome de “eu não recebi uma proposta melhor então vim parar no fim do mundo cheio de neve” e Clara se acha incapaz de abrir seu próprio negócio já que falhou uma vez. (Talvez seja mesmo e, pior, o filme deixa isso claro).

O que amarra o filme todo? Um conjunto enorme de “nadas”.

Os “nadas” de Paisagem de Natal

Sabe um filme que não tem conexão entre cenas? Pois é. Nos sentimos perdidos vendo o filme. O roteiro não aprofunda nada! Eles se apaixonam por… Motivos. Os diálogos são superficiais e não tem uma grande questão de fundo para ser resolvida. Aliás, no meio do filme, quando o casal principal “se separa” – receita de bolo padrão de comédia romântica – você já sabe tudo o que vai acontecer por que o diálogo do Shane já anuncia o que vai rolar na próxima meia hora. É péssimo!

Além disso, a direção é fraquíssima e limitada. Tem uma cena de poucos minutos mostrando os dois fazendo várias coisas juntos na cidade tomada por neve, ao término da cena, ele vira e fala pra ela: “Não sei muito sobre você!”. Pera… Então eles passam um tempão juntos e não conversaram?

Para piorar, por que sim, piora, temos uma cena péssima onde o chefe de Clara tenta “comprar” ela com uma joia, mostrando que ela é facilmente manipulável e idiota; o casal dono do hotel é extremamente caricato e não entendemos ainda por que deram tanto destaque para eles; o lance do Shane procurar o enfeite de Natal é bobo ao extremo; Clara ainda tem uma “melhor amiga” que banca a cupido e é péssima e a sua mãe está no filme só para firmar que Clara é incompetente profissionalmente e que ela deveria arrumar um marido rico para bancá-la.

E no final? Ah bem, no final Shane compra o hotel para a Clara, fala que a ama e resolve ficar na cidade.

Acho que nem precisamos falar mais nada, né? Mas enfim, são muitas opções de comédias românticas na plataforma e certamente você pode investir seu tempo em uma dessas aqui:

E ainda assim, se quiser conferir o Paisagem de Natal, fique a vontade, mas tenha certeza de que é uma bomba esquecível. É um ótimo filme para você dar aquela cochiladinha no sofá, sabe?

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Paisagem de Natal (Netflix)
4.3
Paisagem de Natal (Netflix)
O bom
  • Direção é péssima....
  • As cenas com fundo verde são péssimas...
  • As atuações são péssimas....
O ruim
  • O filme?!
  • Direção
    4
  • Roteiro
    3
  • Elenco
    5
  • Produção / Fotografia
    5
Categorias
CriticasFilmes

Ver também