[CRÍTICA] Pets – A Vida Secreta dos Bichos: O que eles aprontam na sua ausência?

Junte-se a Max, Choe, Duke, Docinho, Bola de Neve e a super Gigi nessa aventura por Nova York em um resgaste emocionante e prova de amizade. Nossa crítica de...

Junte-se a Max, Choe, Duke, Docinho, Bola de Neve e a super Gigi nessa aventura por Nova York em um resgaste emocionante e prova de amizade. Nossa crítica de Pets – A Vida Secreta dos Bichos está no ar!

pets-a-vida-secreta-dos-bichos-critica-freakpop-01Pets-  A Vida Secreta dos Bichos já é conhecido por aqui. A animação mostrou as caras no início do ano com a promessa de revelar o segredo universal, o segredo mais cobiçado, o segredo que tem mais peso e intriga toda a humanidade (não, não é a solução para a fome, como conquistar a paz mundial e nem como capturar Pokémons raros): o que os pets fazem quando saímos de casa/apartamento. Com um time bem diversificado de animais (inclusive um gavião) para compor a nova aventura que renderá muitos brinquedos que crianças pedirão que nem aquele passarinho chamado popularmente de quero-quero, há potencial para sequências e mais sequências…

Max é um cãozinho simpático que tem uma relação bem estreita com sua dona, que o adotou de uma caixa na rua. Em meio as descrições vemos flashbacks fofinhos que culminam na revelação: quando a dona fecha a porta, o que raios Max apronta? E o que raios seus amigos, que moram em outros andares e que esperam os donos saírem para conversar entre si, fazem? Até mesmo no prédio da frente encontramos a frufru Gigi, uma cachorrinha fofa, branquinha, peluda, mimada… E da pá virada quando o assunto é o protagonista Max.

O trailer já entrega muito do que esses bichinhos aprontam: abrem a geladeira, trocam a música clássica pelo rock, organizam altas festas que rendem até vídeos no Youtube… O mote principal do filme, porém, não é isso. O mundo cor de rosa de Max é chacoalhado quando Duke é resgatado e adotado pela sua dona. Um cão grandão, folgado, que disputa a atenção. O que fazer nesse caso? Armar um plano diabólico para desacreditar o novo “irmão”. É nessa que a aventura, de fato, começa.

Tudo se passa em um dia de trabalho e revela o tão esperado segredo… E, na real, é bem  a volta de Toy Story versão gatos, cachorros e afins. Vamos resgatar o nosso amiguinho, saca? Max e Duke se perdem, são pegos pela carrocinha e conhecem Bola de Neve, um coelho biruta líder de uma gangue da pesada que odeia humanos. Gigi agita a turma toda para resgatar o amor da sua vida e mostra que, por debaixo de toda aquela fofurinha, existe uma determinação afiada. Prova disso é a amizade e controle inusitados sobre o gavião Tiberius, um predador louco para dar umas mordiscadas na bicharada.

Com vozes icônicas do nosso Brasil veronil, a versão dublada é feita por Danton Melo como Max, Tiago Abravanel como Duke, Luis Miranda como o malvado e fofo Bola de Neve e Tatá Werneck arrasando como Gigi que, humildemente, destrói os esteriótipos da dondoca e coloca o mundo dos pets para ferver!

Ah, e prepare-se para levar a criançada para comer cachorro-quente depois da sessão: tem uma cena muito bacana que envolve muitas salsichas, músicas e… Já mencionamos salsicha?

Dos criadores de Meu Malvado Favorito 1 e 2 e Minios (Yarrow Chenney e Cris Renaud), Pets – A Vida Secreta dos Bichos estreia dia 25 de agosto em todos os cinemas brasileiros. Não deixe de conferir essa aventura, que vale super a pena para distrair as crianças.

Comente via Facebook!
Categorias
Criticas

Ver também