Netflix Samantha! Temporada 01 Emanuelle Araujo

CRÍTICA | Samantha! - Temporada 1 - Netflix mostra o absurdo dos anos 80

"E juntos inventamos, a turminha Plimplom!"

Samantha!, nova série da Netflix, é simplesmente genial

Existem poucas coisas mais complexas e difíceis no Brasil do que explicar para estrangeiros e pessoas mais jovens o que foi os nossos anos 80. De palhaços viciados em narcóticos à apresentadoras com roupinhas reveladoras, à seja lá o que era o Fofão. Nossos programas de auditório eram deliciosamente caóticos e nada retrata isso melhor que Samantha! nova série da Netflix inspirada na época.

Samantha! – Temporada 1

Conheça Samantha (Emanuelle Araujo), uma cantora infantil que fez muito sucesso nos anos 80 com um grupo que vagamente lembra um certo grupo que “no balão mágico, deixava o mundo bem mais divertido”. Nos dias atuais, ela vive como sub-celebridade e tenta retomar seu lugar na luz da fama com planos cada vez mais absurdos.

Juntos em sua loucas aventuras, temos seu marido Dodói (Douglas Silva), um jogador de futebol que acaba de passar 10 anos na prisão, e seus filhos neuróticos Brandon e Cindy (Cauã Gonçalves e Sabrina Nonato). Sim, os filhos com nome estrangeiro e o casamento com alguém preso fazem referência descarada com uma certa cantora com um Y num lugar estranho do nome.

Parece absurdo, mas….

O que torna Samantha! uma das melhores séries de comédia nacionais não é só o roteiros absurdamente afiado, mas também as viagens pelos diferentes ramos de entretenimento que consolidam nossa televisão de qualidade duvidosa. De programas de calouro, para reality shows de casamento passando pelo sempre questionável mundo de “digital influencers”, nossa heroína tenta de tudo para se manter relevante na mídia. E pior, não fogem muito da realidade por trás dos bastidores de cada um destes mundinhos.

E Emanuelle Araujo está brilhante  no papel. Aprendemos que Samantha (ou Samantha!, como ela quer ser chamada), é uma sociopata desde criança. Acostumada com os holofotes e a adoração do público, ela é incapaz de largar de seu passado ou minimamente ter empatia com o próximo. Lembra um pouco o filme O Bronze de 2015, mas com aquele gostinho nacional que arranca risadas pela familiaridade.

Ah, os anos 80

Samantha! intercala os dias atuais com flashbacks dos dias de glória da protagonista. Sua versão mirim, interpretada por Duda Gonçalves) é o demônio encarnado. Além da personalidade “escrotinha”, é divertidamente profano ver uma inocente menina de 10 anos fazendo propaganda de cerveja e cigarro no horário nobre.

Samantha! - Temporada 01 - Netflix

Vale a pena?

O humor nacional tem melhorado bastante com esta nova safra de comediantes e roteiristas que bebem de diferentes fontes para trazer ideias novas. Nós entendemos que sempre irá existir um segmento da população que prefere o que acontece na mesma praça, no mesmo banco, mas é sempre bom respirar novos ares.

Soma isso à uma participação bem-vinda de Daniel Furlan do Choque de Cultura e Luciana Vendramini (que só ela poderia ser uma série inteira sobre os anos 80) e garantimos que você vai se divertir durante toda a temporada.

E não é só de escrache o que vive a série, tem um roteiro surpreendentemente sólido por trás da trama que, apesar de tirar sarro dos absurdos, aborda de forma crítica e até mesmo humaniza este mundinho bizarro das sub-celebridades.

Samantha! – Temporada 01 estreia dia 06 de julho na Netflix.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Nota
10
Nota
The Good
  • Sim, os nomes em inglês dos filhos são propositais e você vai rir toda vez que Emanuelle falar "Brandon"
  • "Metade da tangerina"
  • O Cigarrinho é o melhor mascote de todos os tempos
  • Não sofre daqueles problemas de ritmo que algumas séries nacionais da Netflix tem.
The Bad
  • Só tem sete episódios esta temporada. Passa que nem tiro.
  • Direção
    10
  • Elenco
    10
  • Roteiro
    10
  • Enredo
    10
  • Vezes que você vai dizer "puta merda, era assim mesmo!"
    10
Categories
CríticasSéries

RELATED BY