CRÍTICA | Sharp Objetcs - Episódio 05: Closer

Ela não registra nomes no seu corpo....

Um festival agita os jardins da casa de Adora e reúne os moradores de Wind Gap em Sharp Objetcs – Episódio 05: Closer

Que tal uma pausa nas investigações? Chegou a festa anual dos confederados, momento onde Adora transforma seu jardim em uma grande celebração pela Confederação que surgiu do sul durante a Guerra Civil Americana. Hora de relembrar o duelos com a União e tomar uns bons drinks.

Wind Gab é uma cidade com sérios problemas alcoólicos 

Para aguentar uma festa temática, em pleno sol do Sul dos EUA, no jardim de Adora, no meio de uma investigação de um serial killer…Só bebendo! A festa reúne, sem discriminação, todos os moradores da cidade. Camille acaba de publicar um novo artigo sobre o que está acontecendo por lá, então todos tem algo para comentar ou perguntar para a jornalista.

Enquanto isso, Adora resolve vestir sua filha para a grande festa. O que nos leva a ver que o corpo de Camille é marcado com palavras que representam todos os seus sentimentos e situações vividas ao long dos anos quando ainda morava sob as asas de Adora.

Quando a matriarca peita a filha, a forçando a usar uma roupa aberta, Amma enxerga que o que Camille fez com o próprio corpo pode ser o seu futuro também. Numa tentativa de se aproximar da meia-irmã, ela pede pra que Camille fique na cidade e lhe entrega um belo vestido longo fechado para usar no evento.

Vamos pra festa?

Está tudo pronto! O teatro da escola vai encenar uma passagem história da Confederação x União. A casa está cheia, todos estão bebendo e tem um certo investigador solitário entre tantas mulheres solteironas e com sede de outras coisas. Camille se aproxima de Richard e tenta tirar deles mais detalhes da investigação, além de cortar as asinhas do moço sobre o encontro deles na noite anterior.

Adora capta o que está rolando e leva Richard para dar uma volta na casa. Em seguida, o teatro começa, Amma está drogada, Camille percebe, Bob Nash e John Keene se pegam no quintal e a filha mais nova de Adora some.

Reviravolta

Camille e a cidade começam a procurar a moça loucamente. Uma grande virada na postura de Adora a aproxima de sua filha mais velha. Questões sobre o paradeiro do pai de Camille bem como situações da juventude voltam à tona. Não se sabe mais o que é verdade, o que é mentira, o que é fruto da imaginação de Camille ou o que é exagero de Adora.

A trama te leva para uma jornada de flash backs alucinantes que culminam em goles e mais goles de bebida e Camille tendo visões pela casa. Mas nada, nada supera o fato de, enquanto transtornada, resolver transar com Richard na madrugada.

De trama psicológica à thriller erótico. Sharp Obects não tem vergonha de mostrar os detalhes sem censura e a palavra “Closer” (próximo em português), surge em tela num local inesperado e, apesar do clima, extremamente repulsivo.

Reflexões

Este foi um dos melhores episódios até agora. Entendemos melhor sobre o relacionamento entre Adora e seu marido, a forma como as outras mulheres da cidade a enxergam, por que caramba Amma não obedece a Mãe e Camille passa a representar toda represália e atitudes politicamente corretas que carregam o comportamento da cidade. É impossível não entender o fato dela ter se marcado a vida toda. Com uma mãe daquela, já era para Camille ser mais uma vítima dessa cidade.

Objetos Cortantes é uma série intrigante, porém muito visceral nos arcos de relacionamento manipuladores. E isso é de pirar a audiência. O que vem por aí? Talvez uma Camille conseguindo decifrar melhor as atitudes da sua mãe e um assassino totalmente diferente dos que as investigações apontam.

É bizarro como esta série é vulgar, violenta e atraente ao mesmo. Na boa, só a HBO para adaptar esse livro.

Küsses,

Comente via Facebook!

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

10
O bom
  • Camille quando perde a cabeça, dá medo!
  • Amma é bem doidinha!
O ruim
  • O marido de Adora é insuportável.
  • Direção
    10
  • Roteiro
    10
  • Produção/ Fotografia
    10
  • Elenco
    10
Categorias
CríticasSéries
Para ver no cinema:

Ver também