CRÍTICA | T2 Trainspotting – Será que tem o mesmo impacto pela segunda vez?

T2 Trainspotting, onde a juventude abre alas para a nostalgia Em 1996, o diretor Danny Boyle lançou Trainspotting, um filme que mostrava a juventude desiludida em Edinburgh, capital da...

T2 Trainspotting, onde a juventude
abre alas para a nostalgia

T2 TrainspottingEm 1996, o diretor Danny Boyle lançou Trainspotting, um filme que mostrava a juventude desiludida em Edinburgh, capital da Escócia. Nascidos na parte pobre da cidade, passavam seus dias injetando heroína, cometendo pequenos crimes e vivendo como se não houvesse amanhã. A comédia rapidamente se tornou um filme cult e é celebrado até hoje por sua irreverência e direção criativa. T2 Trainspotting continua a história de Renton (Ewan McGregor), Simon (Jonny Lee Miller), Spud (Ewen Bremner) e Franco (Robert Carlyle).

20 anos depois…

Após trair o grupo no final do filme anterior, Renton fugiu para Amsterdam onde passou os últimos 20 anos. Spud continua viciado em heroína e perdeu contato com sua esposa e filho. Simon agora é viciado em cocaína e comanda um pub herdado da tia. Além disso, com sua namorada búlgara, filma homens cometendo pegging para depois chantageá-los. Franco está preso há 25 anos sem possibilidade de liberação devido ao seu comportamento agressivo.

Renton volta para Edinburgh após um ataque cardíaco e a morte de sua mãe. Nostálgico pelo seu passado, acaba reatando relações com Simon e Spud e começam a praticar novos crimes pela cidade.

Lust for Life

Naturalmente, os “heróis” da trama estão mais acabados e há um certo senso de ridículo em observar estes marmanjos desesperadamente tentando recuperar o senso de invencibilidade da juventude. São pessoas que apanharam bastante da vida e se sustentam com um apego quase obsessivo com o seus próprios passados. Não são exatamente exemplos de ser humano mas, ainda assim, são figuras fascinantes.

E o veredito?

T2 Trainspotting não tem a mesma energia frenética de seu antecessor. Uma escolha que faz sentido considerando que seus protagonistas já não são mais os mesmos. A nostalgia pelo passado que sentem casa perfeitamente com flashbacks bem sacados do diretor que relembram momentos icônicos da série. Vale a pena? Se você, assim como muitas pessoas, entrou para o clima cult de Trainspotting, com certeza vai curtir voltar para as ruas sujas de Edinburgh com os rapazes.

T2 Trainspotting estreou nos cinemas dia 23 de março.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Criticas

Ver também