[CRÍTICA] The Flash – T02E05 – “The Darkness and the Light”

Um rosto familiar ressurge em The Flash Boom! Tubarão-Rei é derrotado em uma velocidade exagerada até para The Flash, mas isso não importa, afinal, o homem que o derrotou...

Um rosto familiar ressurge em The Flash

Boom! Tubarão-Rei é derrotado em uma velocidade exagerada até para The Flash, mas isso não importa, afinal, o homem que o derrotou não é ninguém menos que Harrison Wells (Tom Cavanagh). O Wells da Terra-2 já havia sido mostrado em outros episódios, mas finalmente ele chega para interagir diretamente com Barry Allen.

A Terra-2 visualmente é uma homenagem à era de ouro dos quadrinhos com sua tecnologia retro-futurista, arquitetura art deco e o constante brilho dourado de suas cenas. Wells, por contraste, é totalmente o oposto. Carrancudo, mal humorado, anti-social e de pavil curto, ele não só é totalmente diferente de seu mundo, mas também do Wells que foi de mentor para arqui-inimigo na temporada anterior. E Cavanagh faz isso muito bem, trazendo um personagem que apesar do mesmo rosto, não é nada familiar.

Naturalmente, o Team Flash não está disposto a confiar no homem que, nesta realidade, matou a mãe de Barry e cometeu inúmeras atrocidades, ainda mais com uma personalidade tão desagradável. Também não ajuda que ele e Jay Garrick não se dão bem e Wells é claramente paranoico quando o assunto é meta-humanos.

O vilão da Terra-2 da semana é a Doutora Luz, aqui revelado como Linda Park, a ex-namorada de Barry. Ela acredita que se livrará de Zoom se ela assassinar a Linda desta realidade e tomar o seu lugar… na frente de todos os seus colegas de trabalho… no jornal da cidade. Aparentemente o “Doutora” no título é só ilustrativo.

Por sorte, The Flash nunca abre mão da diversão. E Barry vai em seu primeiro encontro com Patty completamente cego e guiado por Cisco via câmeras. Entre as interações entre os amigos e as reações de Patty, é impressionante como a série consegue equilibrar tensão dramática, exageros de HQ e momentos sinceros de boas risadas no mesmo episódio.

Como todas as séries do Arrowverso, este episódio serve mais para montar a mesa do que servir o jantar, então esperamos grandes revelações antes da trama engrenar de vez. Alguns segredos vem à tona, novas dinâmicas surgem e aparentemente, existe uma Atlântida na Terra-2?

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também