CRÍTICA | Velozes e Furiosos 8 é tiro, porrada, bomba e entretenimento puro!

Velozes e Furiosos 8 tem tudo o que um longa precisa: direção, ação e diversão! Foram necessários sete anos para reunir essa família. Passamos por inúmeros “problemas”, mortes falsas,...

Velozes e Furiosos 8 tem tudo o que um longa precisa:
direção, ação e diversão!

Foram necessários sete anos para reunir essa família. Passamos por inúmeros “problemas”, mortes falsas, mortes reais, vilões faixas preta em alguma luta e, aparentemente, estava tudo bem… #SQN. A família está prestes a se separar. Dom Toretto (Vin Diesel) tem um motivo muito importante para trair seus companheiros de aventuras. Adeus tranquilidade e Corona gelada, olá ameaça global. Em Velozes e Furiosos 8 viajamos para Nova Iorque e uma super hacker quer explodir a porra toda.

Lua de Mel…

Letty (Michelle Rodrigues) e Dom estão em Cuba curtindo uma lua-de-mel. Após a amada de Toretto resgatar sua memória, ela se lembra que os dois casaram. Na caliente Havana eles curtem sol, calor e uma corridinha básica de carro que serve apenas para sermos apresentados para o primo de Dom e para Cipher, a nova vilã.

Hobbs está na cadeia

O ex-agente tá em cana, mas ele não vai parar em qualquer cadeia. O Mr. Nobody (Kurt Russell) dá um jeitinho dele ficar em uma cela na frente do seu arqui-inimigo Deckard (Jason Sthatam). Em um momento oportuno, os dois entram em um duelo eletrizante e protagonizam uma das cenas mais absurdas, exageradas e empolgantes de luta em uma fuga de prisão.

Dom vira a casaca

Cipher (Charlize Theron) é uma mulher que detém dois poderes: o de manipular o Dom e o de destruir a família. A super sexy hacker quer roubar uma importante ferramenta de TI do Mr. Nobody. Caso ela consiga, a mercenária terá o poder de destruição em massa. É…Isso envolve um russo, torpedos nucleares e outros elementos clichês vindos da turma da vodka. Ainda assim, o lance dela manipular o Dom, e o colocar contra a família Toretto, é bem intrigante.

Família reunida sem o Dom

Hobbs e Deckard são obrigados a trabalhar juntos, Roman (Tyresse Gibson), Tej (Ludacris) e Ramsey (Nathalie Emmanuel) se unem ao Mr. Noboby e ao Little Nobody (Scott Eastwood) para caçar a Furiosa. Enquanto isso, Letty não está 100% convencida de que Dom virou a casaca, ela crê que algo estranho tenha apavorado seu maridão.

O conflito de Velozes e Furiosos 8

Por incrível que pareça, não podemos entrar nos detalhes. O motivo que leva Dom a virar as costas para a família nutri todo desenvolvimento do enredo. Só nos resta falar para vocês o seguinte:

  • O motivo é bom!
  • Funciona!
  • 50% inesperado (talvez os mais fãs, como quem aqui vos escreve, adivinhem).
  • Garante as melhores risadas em meio a situação drástica.

Furiosa, digo, Cipher, tem o já conhecido culhão de badass motherfucker dos vilões mais arrogantes e loucos do cinema. Tudo o que já assistimos nas franquias 007, Missão Impossível e Identidade Bourne, Theron sintetiza em uma personagem marcante e convincente. Pior: o plano dela a lá Pink & Cérebro é batido, mas as circunstâncias em volta dessa vilã é que são os pontos altos de Velozes e Furiosos 8.

TIRO, PORRADA, BOMBA E UM SUBMARINO PERSEGUINDO CARROS

Depois de causar das ruas de Nova Iorque, a família viaja para um local gélido. Cipher é uma ameaça mundial e só nossos pilotos velozes poderão ajudar. Mr. Nobody surge como o alívio cômico na trama principal. Dono de uma fortuna e estrutura irreais, ele “tuna” a família para que eles estejam preparados para combater Cipher. Funciona como uma versão não séria de M de 007, e menos elegante e sem chá.

A sinergia entre a turminha principal é fantástica. Além disso, ao longo do filme, temos algumas aparições especiais vindas de outros longas da saga. Ressaltamos a sinergia por que, bem ou mal, Dom está do outro lado do time. Dwayne Johnson e Jason Statham roubam as cenas de ação recheadas de frases de efeito. Aliás, o humor neste longa firma que a franquia de ação não é para ser levada a sério. Aliás, quem tenta levar ou é louco ou não tem senso de humor.

Além do enredo clichê e previsível de fundo, Velozes e Furiosos 8 oferta cenas de ação bacanérrimas! Temos carros presos por arpões em meio a um cruzamento movimento de Nova Iorque, carros embarcando em avião cargueiro em movimento, carro sem carcaça pegando fogo em uma corrida em marcha ré, carros em alta velocidade no gelo sem pneu de neve e perseguidos por um submarino (cena do trailer), carros tanque, carros blindados, carros Superman (vão entender só quando assistirem), carros controlados por controle remoto, carros voando de prédio, enfim…CARROS! A essência da franquia está presente por meio de veículos da Bentley, Maserati, Jeep, FORD, Volvo, Lamborghini e etc. Sim, dá para babar bastante neste filme!

Vale a pena?

Olha, a direção de F. Gary Gray não decepciona. As cenas de ação sem bem construídas e travam a atenção da audiência na telona. O roteiro de Chris Morgan (Velozes 1, 5, 6 e 7 – só os melhores filmes da saga) e Gary Scott Thompson (que criou os personagens da franquia), consegue dar um novo ar de aventura para a saga após o falecimento de Paul Walker, além de entregar uma linda homenagem sem tirar o foco da trama.

Se você é fã de Velozes e Furiosos, curte vê umas cenas que desafiam a gravidade e a física, curte uns roncos de motores e adora ver essa família reunida no mesa fazendo orações e tomando cerveja, este filme é para você. São mais de duas horas de adrenalina, diversão e frases de efeito vindas de caras que moram numa academia. E se mesmo assim você não se convenceu, aí vai um “pseudo-spoiler”: tem um personagem que toma três tiros de borracha em uma distância curta e isso não faz nem cocegas nele. É DEMAIS!

Ainda não? Hellen Mirren tá no filme, minha gente! HELLEN FUCKING MIRREN.

Tchau, vá pro cinema! Vale ver no IMAX ou em uma sala com um PUTA som. Velozes e Furiosos 8 invade os cinemas do Brasil a partir do dia 13 de abril (Rimou! Ah que brega!).

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também