DC’s Legends of Tomorrow – T01E11 – “The Magnificent Eight”

DC’s Legends of Tomorrow visita o Velho Oeste Provavelmente um dos episódios mais aguardados de DC’s Legends of Tomorrow é o “The Magnificent Eight” onde nossos heróis visitariam o...

DC’s Legends of Tomorrow visita o Velho Oeste

Provavelmente um dos episódios mais aguardados de DC’s Legends of Tomorrow é o “The Magnificent Eight” onde nossos heróis visitariam o Velho Oeste, campo fértil para introduzir os diversos personagens da DC Comics no período. Como já era de se esperar em uma série que economiza neste tipo de coisa, ficamos com um só: Jonah Hex.

Apesar da promessa de novas aventuras, o episódio cai na receita confortável que tem pesado consideravelmente a qualidade da série. Os heróis chegam em uma nova época, Rip pede para que eles não façam nada, eles arrumam encrenca, Rip revela alguma informação sobre seu passado como se o Doutor de Doctor Who e Oliver Queen tivessem um filho traumatizado. Desta vez, é revelado que Jonah Hex e Rip Hunter se conhecem de outros carnavais quando o Mestre do Tempo passou anos nesta época fascinado pelo potencial para heroísmo sofrendo deriva temporal semelhante a Ray e Kendra. Isto inclusive explica sua escolha de vestimenta a la cowboy steampunk.

De resto, o episódio é salpicado de clichês de todos os episódios de viagem no tempo que se passam no faroeste. Os heróis arruma uma briga em um saloon com direito a tiros voando e bancos quebrando, um deles vira xerife e se juntam para ajudar a cidade a se defender contra uma gangue de bandidos. Nada particularmente inovador ou fascinante para uma série que desesperadamente alterna entre o merecidamente divertido e o tragicamente mundano.

O conflito se escala quando mais caçadores do tempo aparecem para capturar o time e os heróis podem usar rapidamente seus super poderes, um pouco mais do esperado, mas ainda assim, divertido. Jonah Hex é um personagem interessante para ser inserido neste universo, mas seu potencial é desperdiçado e ele se relega a simplesmente saber o que são viajantes do tempo e soltar alguns comentários com voz de Batman.

Vagamente divertido, mas está na hora de DC’s Legends of Tomorrow sair do básico.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também