Dois Dias, Uma Noite – Marion Cotillard em uma atuação extraordinária

Você aceitaria um bônus em dinheiro mesmo sabendo que isso custaria a demissão de um colega de trabalho? Dois Dias, Uma Noite é um longa social dramático que conta...

Você aceitaria um bônus em dinheiro mesmo sabendo que isso custaria a demissão de um colega de trabalho?

Dois Dias, Uma Noite é um longa social dramático que conta a história de Sandra (Marion Cotillard) que está prestes a perder seu emprego pois seus colegas de trabalho optaram por receber um bônus, ao invés de manter sua vaga na fábrica. Sabendo que alguns votaram a favor do bônus por terem sido persuadidos por outro colega, Sandra arregaça as mangas, se sustenta no apoio emocional oferecido pelo marido e vai de porta em porta conversar com os colegas de trabalho para tentar manter seu emprego.

dois-dias-uma-noite-critica-freakpop-01

Uma premissa estranha? Sim, mas ao mesmo tempo original e de grande profundidade emocional. Dois Dias, Uma Noite é um filme verdadeiro. Seu roteiro narra uma situação que qualquer pessoa pode um dia passar. O longa segue a linha detalhista e sensível semelhante a Boyhood, o que resulta em uma grande empatia do telespectador pela protagonista. Logo de cara você torce para que Sandra consiga manter seu emprego.

dois-dias-uma-noite-critica-freakpop-02

A direção dos irmãos Dardenne (O Garoto da Bicicleta e Rosetta) é simples e muito bem executada. A reação dos demais personagens com a atitude de Sandra é explorada da melhor forma possível a ponto de deixar o telespectador com vergonha alheia.

Um filme leve, emocionante e com uma atuação extraordinária de Marion Cotillard que lhe rendeu a indicação ao Oscar de Melhor Atriz este ano. O longa já está em cartaz nos cinemas.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também