Era Uma Vez o Video Show

O programa Video Show, da Globo, chega ao fim

Acabou!

Globo decide acabar com 35 anos de vida do programa que melhor falava da programação e dos bastidores das novelas, shows, esportes etc na maior Rede de TV do país…

Já vai longe os anos 60, quando a TV Excelsior em São Paulo, exibida nas tardes de sábado um programa que reprisava o que melhor tinha acontecido durante a semana. Nesse “Vale a Pena Ver de Novo”, podia-se assistir trechos de novelas, gols de partidas do campeonato da época, reportagens e, até mesmo, algum trailer de filmes que iria entrar em cartaz. O título foi tomado nos anos 80 pela Rede Globo para exibição de seu acervo de novelas na faixa da programação da tarde, mas a ideia de mostrar o que havia de melhor da programação da rede era muito interessante.

Mas o Video Show, que chegou em março de 1983 tinha uma proposta bem diferente. A ideia era mostrar ao público brasileiro o conteúdo de 18 anos que fez a produção da Rede Globo se transformar na maior audiência do país. Apresentado por Tassia Camargo e direção de Ronaldo Cury, o programa era apresentado nas tardes de domingo, abrindo a programação que, naquela época, tentava bater o imbatível programa Silvio Santos. Algo que só começou a mudar quando Fausto Silva entrou no ar com o seu Domingão do Faustão, em 1989. Mas isso é outra história.

Quando se ver todos os anos exibidos do Video Show, a certeza é que o programa revelava curiosidades sobre os bastidores da Globo que a emissora estava querendo mostrar. Isso fez com que o programa se transformasse no palco para exibir bastidores das novelas, trazer grandes nomes do elenco, muitas vezes arredios à entrevistas, para contar no programa o que estavam fazendo. Guardadas as devidas proporções, o Video Show era uma revista popular que no lugar de muitas fotografias e pouco texto, tinha imagens “reveladoras” que estava acontecendo naquela época dentro da Venus Platinada (apelido dado ao prédio central da rede no Jardim Botânico, RJ).

Com o tempo, o revezamento de apresentadores se tornou também uma necessidade. Até 1987, passaram pela bancada muita gente importante da Globo, Carla CamurattiPaulo BettiKadu MoliternoLúcia VeríssimoJúlia LemmertzHerson CapriFernanda TorresEva WilmaDennis CarvalhoDébora BlochNuno Leal MaiaPaulo César GrandePaulo GoulartPaulo JoséTony RamosPatrícia PillarMalu MaderMiriam RiosLucélia Santos, entre outros.

Quando Cacá Silveira assumiu a direção do programa em 1987, trouxeram Marcelo Tas para ser o duplo apresentador. Ele, que havia sido descoberto no quadro do Repórter Ernesto Varela, no programa 23ª Hora, produzido pelo Olhar Eletrônico, de Fernando Meirelles. Marcelo, além de apresentar o Video Show, interpretava o Cabeça Branca, uma tentativa de copiar o personagem britânico Max Headroom, que depois teria um programa na MTV americana. Max não o Cabeça Branca.

Nos anos 90, o programa continuou se reformulando, sempre com o objetivo de continuar fazendo a melhor promoção possível do conteúdo da Globo. Baniu definitivamente qualquer outra ingerência de conteúdo, por exemplo, de filmes importantes que chegariam aos cinemas, deixando isso para o Jornalismo da Globo. Trouxe Miguel Falabella, nome que ficou eternizado do programa por adurante 15 anos em que apresentou o Video Show.

Em 2000, o programa passou a ser diário, logo após os telejornais da hora do almoço. Ganhou mais reportagens, mais quadros, mais apresentadores, mas continuou sendo um grande vídeo promocional do conteúdo da Rede Globo. O motivo aparente para essa avalanche de conteúdo diário do Video Show foi o começo da ascensão de outras mídias como a TV por Assinatura e a Internet com seus programas no Youtube. Para disputar a audiência com essas novas plataformas, por que não bombardear diariamente o público com as futuras novidades e curiosidade do que está sendo feito no Projac, o novo centro de produção da rede?

Com tudo isso como objetivo de trabalho, foi uma surpresa bizarra a divulgação de que nesta sexta-feira, 11 de janeiro, seria o ultimo dia do programa de 35 anos de idade. A partir da segunda, os horários da programação da tarde serão remanejados para que no próximo dia 21, a emissora coloque seu novo requentado no ar, Album da Grande Família. Requentado, por que irá pegar todas 14 temporadas da segunda fase da série, iniciada em 2001, editar alguns episódios e exibi-los diariamente. Segunda fase por que a série foi criada em 1972 por Oduvaldo Viana Filho, inspirada na sitcom Tudo em Família/All in the Family – 1971.

Será que a ideia do programa cansou e começou a fazer água nos últimos anos? Ou essa foi mais uma daquelas decisões como o Brexit que, depois de tomada alguém percebe que foi a decisão mais idiota que alguém poderia ter tomado. E para piorar, tirar 35 anos do ar para colocar uma reprise? Os tempos estão mudando na programação da TV Aberta, e parece que vem muita chuva por aí…

Comente via Facebook!
Categorias
NotíciasSéries

Ver também