Filme do Aquaman deveria chamar "Mera e o Rei de Atlântida"

Aquaman deveria chamar "Mera e o Rei de Atlântida"

Ela é um #MulherãoDaPorra

AQUAMAN era o filme da DC mais aguardado do ano, mas quem manda na porra toda é a Mera

Assistimos Aquaman, que estreia dia 13 de dezembro nos cinemas. Certamente um dos filmes mais aguardados da DC do ano. Desde Batman vs Superman e Liga da Justiça, estávamos ansiosos pelo protagonismo do Rei de Atlântida.

O longa, previamente avaliado por Doktor Bruce, tem seus momentos sim, mas o peixe que mais chama atenção nesse mar é Mera e Aquaman (Jason Momoa) só leva o nome do filme. Então listamos Cinco Motivos do por que Aquaman deveria chamar “Mera e o Rei de Atlântida”.

Antes de iniciarmos, vamos entender quem é Mera (Amber Heard) no longa. Filha de Nereus (Dolph Lundgren) rei da nação submarina de Xebel, um dos sete reinos de Atlântida, ela é prometida por seu pai para casar com Orm Marius (Patrick Wilson), o meio-irmão de Arthur que quer assumir o trono de Atlântida unindo todos os reinos e declarando guerra à superfície. Mera é bem próxima de Nuidis Vulko (Willem Dafoe), conselheiro do rei e treinador de Arthur às escondidas. Ela tem o apoio de Vulko em toda a história, mesmo ele sendo considerado um traidor por ter tido contato com Arthur sem Orm saber.

Mera não concorda com a guerra e com as atitudes de Orm, então resolve procurar Arthur para que ele assuma o trono. Para tal, eles precisam rastrear pistas do tridente capaz de controlar os sete mares. E Arthur é o verdadeiro herdeiro do artefato. Então está na hora de parar de beber e perambular por aí molhando coisas e assumir o reinado antes que Orm acabe com tudo.

Para piorar, o nosso peixão protagonista tem o coração partido desde que sua mãe Atlanna (Nicole Kidman) foi embora. Com isso, Mera tem que peitar o futuro rei que, no momento, só sabe se comportar como um bebezão mimado. Então vamos ao filme.

Porque “Aquaman” deveria chamar “Mera e o Rei de Atlântida”?

1. Ela é destemida

Uma das coisas que mais nos chamou atenção é que Mera é focada. Destemida, ela é quem procura Arthur Curry na superfície para que ele ajude na briga contra seu meio-irmão. Apesar de prometida ao vilão do filme e totalmente contra os planos de Orm, Mera acredita que está na hora de Curry assumir o reinado de Atlântida para evitar ataques à superfície. Então, sem medo, ela nada contra a maré e procura o futuro Rei, causando um certo reboliço e raiva em seu futuro ex-prometido.

2. Ela é babá de Curry

Ao longo de toda a jornada do dois, Curry ainda não está certo de que ele conseguirá o tridente. Mas Mera não deixa de acreditar nele e empurra o peixão mar a dentro para que ele encontre o artefato. Praticamente como uma babá de Arthur, mesmo quando tudo está prestes a cair, Mera segura a onda e afunda Curry nessa maré o levando até o tridente.

3. Na porrada, ela é sempre a primeira a descer… Porrada

Outra coisa maravilhosa de Mera é que, em todas as cenas de ação, ela é quem vai pra porrada sempre. Impressionante como ela não deixa a isca de lado e sabe ser estrategista na hora de lutar. Enquanto Curry toma umas boas porradas, e até se machuca, Mera tá lá firmona na pancadaria.

4. Romance

Mesmo se encantando pelo jeitão moleque e rebelde de Arthur, o romance fica em segundo plano o tempo todo. Até por que o diretor James Wan destrói todos os momentos de ternura entre os dois, algo inclusive apontado pelo Bruce na crítica aqui no site. Ainda assim, mesmo já visivelmente apaixonada por Curry, Mera não deixa de ser um mulherão da porra em nenhum momento e nem mesmo isso a deixa abalada ou mais frágil. Ponto para o roteirista!

5. Ela é a verdadeira Heroína

Em Aquaman, Mera é a verdadeira heroína dessa história. Justamente por não desistir em momento algum, estar com Curry em todos os momentos caçando as pistas e por não deixar de fazer o que é certo, Mera é quem ganha o verdadeiro troféu de heroísmo no final deste longa. E, só por isso, o longa já deveria ser sobre ela.

O longa diverte, mas ainda falta personalidade. Por isso Mera é a personagem mais bem construída nesta aventura. Ela é quem carrega a responsabilidade de levar Curry até o triunfo. Isso é um fato. Aquaman acaba sendo um mero coadjuvante, mesmo o filme sendo sobre ele virando o Rei de Atlântida. O que salva essa produção, depois de tantos lançamentos fracos, é o protagonismo de Mera que carrega o peso da “jornada do herói” mais do que o Arthur.

Não chega aos pés de Mulher-Maravilha, óbvio, mas se você observar bem tudo o que Mera faz ao longo do filme, fica claro que esta personagem foi escrita para ser tão épica quanto a princesa de Temiscira, mas como o peixão é quem andou dando umas porradas por aí com o homem morcego, Flash e Superman, ele leva o nome do filme, mas quem conquistará os corações dos fãs será Mera.

Aquaman chega nos cinemas com potencial de ter uma bela bilheteria, justamente por ser uma Sessão da Tarde divertida, mas nunca terá o peso e força de Mulher-Maravilha. No final do dia, é a mulherada que tem ganho destaque nos filmes de herói e Mera merece toda a nossa idolatria.

Küsses,

Comente via Facebook!
Categorias
FilmesListas

Ver também