Gabriel García Márquez – Escritor colombiano falece aos 87 anos

Um dos mais celebrados escritores da língua espanhola faleceu hoje aos 87 anos. O ganhador do Prêmio Nobel de Literatura pelo famoso livro “Cem Anos de Solidão” Gabriel García Márquez...

Um dos mais celebrados escritores da língua espanhola faleceu hoje aos 87 anos. O ganhador do Prêmio Nobel de Literatura pelo famoso livro “Cem Anos de Solidão” Gabriel García Márquez era conhecido entre os amigos como Gabo e foi considerado um dos mais importantes escritores da América Latina.

García Márquez era famoso por assinar romances e contos que misturavam a realidade e a fantasia, ele também combinava histórias folclóricas com descrições tão gráficas que remetiam a  reportagens. O autor nasceu em Aracataca – Colombia em 1927, tinha 10 irmãos e passou sua adolescência envolvido com os contos de Mil e uma Noites. Sua obra favorita era A Metamorfose de Franz Kafka, ao ler a primeira frase do livro, “Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso“, pensou “então eu posso fazer isso com as personagens? Criar situações impossíveis?“.

Ele iniciou sua carreira como jornalista em 1948 na Colombia, seu primeiro romance foi publicado em 1955, nomeado “La Hojarasca“, em 1967 “Cem Anos de Solidão” foi publicado em 1982 o que levou ao autor vencer o prêmio Nobel de Literatura. Gabo se envolveu com cinema na década de 50 quando estudou no Centro experimental de cinema em Roma e participou de alguns filmes como Juego Peligroso, Presságio, Erendira, entre outros. Em 1986 fundou a Escola Internacional de Cinema e Televisão em Cuba, para apoiar a carreira de jovens da América Latina, Caribe, Ásia e África.

Em 2012 se aposentou em virtude da perda da memória apesar de estar bem fisicamente e durante anos lutava contra um câncer que atingia seus pulmões, gânglios e fígado e faleceu na Cidade do México.

Confira todas as obras do autor:

  • O enterro do diabo: A revoada (La Hojarasca) (1955)
  • Maria dos prazeres
  • Relato de um náufrago
  • A sesta de terça-feira
  • Ninguém escreve ao coronel (1961)
  • Os funerais da mamãe grande
  • Má hora: o veneno da madrugada
  • Cem anos de solidão (1967)
  • A última viagem do navio fantasma
  • Entre amigos
  • A incrível e triste história de Cândida Eréndira e sua avó desalmada
  • Um senhor muito velho com umas asas enormes
  • Olhos de cão azul
  • O outono do Patriarca
  • Como contar um conto (1947-1972)
  • Crônica de uma morte anunciada (1981)
  • Textos do caribe
  • Cheiro de goiaba
  • O verão feliz da senhora Forbes
  • O Amor nos tempos do cólera (1985)
  • A aventura de Miguel Littín Clandestino no Chile
  • O general em seu labirinto
  • Doze contos peregrinos (1992)
  • Do amor e outros demônios (1994)
  • Notícia de um sequestro
  • Obra periodística 1: Textos Andinos
  • Obra periodística 3: Da Europa e América
  • Viver para contar
  • Memória de minhas putas tristes
  • Obra Jornalística 5: Crónicas, 1961-1984


Até a próxima, 

 

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Games & HQ'sLivros

Ver também