Game of Thrones – 4ª Temporada – 9º Episódio – “The Watchers on the Wall”

Finalmente chega a guerra da muralha em Game of Thrones! O penúltimo episódio da quarta temporada de Game of Thrones se resume em uma única palavra: guerra. O exército...

Finalmente chega a guerra da muralha em Game of Thrones!

Game of Thrones

O penúltimo episódio da quarta temporada de Game of Thrones se resume em uma única palavra: guerra. O exército de Mance Rayder finalmente chega a muralha e agora os poucos sobreviventes da Night´s Watch deverão cumprir seus juramentos e defender o reino dos homens. Literalmente é a única coisa do episódio. Finalmente os bravos guerreiros do gélido norte recebem um episódio digno.

Game of Thrones

Entre discussões sobre amor e o dever dos homens, todos os personagens da muralha vão para o combate, alguma cenas, como um take único que passa pelo Castelo Negro inteiro mostrando os diferentes combatentes, são brilhantemente filmadas. Uma espécie de abertura de filme do Scorsese em filme épico. Gigantes, mastodontes e incontáveis tribos de guerreiros sedentos de sangue escalam a muralha e cercam o castelo. Inúmeros personagens revelam sua verdadeira natureza, sejam eles covardes ou heróis. Grandes sacrifícios de ambos os lados e amantes destinados a não permanecer juntos encontram seu fim trágico.

Game of Thrones

Poético não? Já que o episódio é 90% ação, a resenha de Game of Thrones desta semana vai ficar um pouco vaga. Leitores dos livros vão saber exatamente qual será o momento que a série vai encerrar, mas como spoilers são pior que morte, não vamos falar nada aqui. Watchers on the Wall é recheado de efeitos especiais e é o mais “épico” de todos os episódios da série desde sua criação. A escala das ações se equipara a batalha de Blackwater da segunda temporada mas consideravelmente mais violenta.

Game of Thrones_gigante

Mais sete dias e a temporada termina, o que será que o último episódio reserva para os fãs?

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também