Game of Thrones | Resumão 6ª temporada

Resumo da 6ª temporada de Game of Thrones

Mais um resumão da 6ª temporada de Game of Thrones! Quem está aonde, quem beijou quem, quem é parente de quem! Nosso resumão com 10% de credibilidade!...

Falta pouco para alcançar a oitava temporada! Só levamos 1 ano para fazer mais um resumão!

A série entrou em hiato e eu acabei esquecendo de continuar escrevendo esses resumões. Eu sei que vocês estavam pedindo mais, mas aí é que está. Eu não sei ler!

Enfim, vocês já sabem o esquema. Aqui tem a Temporada 01Temporada 02Temporada 03, Temporada 04 e a Temporada 05.

Jon Snow está de volta!

Aparentemente, por sofrer de protagonismo crônico, nem a morte consegue dar um sossego para o bastardo que não sabe nada favorito de todo mundo. É interessante, porque neste primeiro episódio, morrem mais personagens que um tiroteio no meio de uma epidemia de varíola, mas por sorte, tinha uma bruxa vermelha disponível no Castelo Negro. A Melisandre também mostra que na verdade ela não é uma bela bruxa, e sim uma senhora bastante velha, isso explica porque na bolsa dela existem várias daquelas balas de morango e todos os cartões de crédito dela tem aquela capinha que só as vós tem.

Jon Snow está de volta porque o moço precisa trabalhar!

Brandon vira o herói dos fanboys

Brandon vira o corvo de três olhos e começa a fazer a coisa mais importante do mundo: confirmar teorias de fãs dos livros. Entre as coisas que ele descobre e/ou mete o bedelho e acaba fazendo:

    • Hodor falava normalmente quando era criança e brincava com os tios do Brandon.
    • Hodor vira Hodor porque Brandon volta no tempo e pilota a cabeça dele no presente ao mesmo tempo. Isso deixa o moço fritado e cria uma linha do tempo mais confusa do que “Marty McFly quase transa com a própria mãe”.
    • E o melhor de tudo. Finalmente fazem o teste de DNA e descobrem quem são os pais de Jon Snow. Essa é a teoria que todo mundo queria fosse confirmada. Jon Snow na verdade é o filho de um gigante com uma ama de leite particularmente moderna para os padrões da época…

Na verdade, Jon é filho de Rhaegar, o irmão mais velho da Daenerys e Lyanna, irmã de Ned Stark. Isso tornaria ele um Stark e um Targaryen, ou pelo menos uma mistura sexy de dragão com lobo, algo que as comunidades do Tumblr com certeza vão apreciar.

É interessante ver que nos livros, o Rhaegar era praticamente um personagem de anime. O cavaleiro soturno bonitão que todas as damas do reino queriam namorar, ele tinha uma armadura negra de dragão, mas gostava mesmo de tocar harpa em castelos em ruína. Era praticamente feito sob medida para ganhar o coração de todas as adolescentes. E a série decide que a melhor forma de mostrar isso é assim:

Rhaegar Targaryen

Foto no Tinder / Cara do boy no date

Baladão no Castelo Negro!

Sansa foge de Winterfell e vai para o Castelo Negro. Como toda temporada Jon precisa participar de um episódio de batalha gigante, ele pede ajuda de sua meia-irmã/prima para reunir a turma do norte que está de saco cheio de receber ordens do baixista do Mötley Crüe.

Todo mundo se junta, rola aquele arranca rabo épico de final de temporada. Ramsay Bolton e Jon Snow se enfrentam em campo na luta que ficou conhecida como Batalha dos Bastardos. Que aliás, bastante ofensivo não? Imagina se você e seu primo saíssem na porrada e sua vó chamasse isso de “Batalha dos dois que choraram no final da novela” ou “Batalha dos ingratos que reclamam da uva passa no arroz”. Não é possível que a única coisa que todo mundo se lembra é que Ramsay e Jon nascerão da f#da errada.

Rickon Stark não aprende uma dura lição sobre correr em zigue-zague quando apontam uma flecha nas suas costas e os Cavaleiros do Vale reencenam o final de O Senhor dos Anéis: As Duas Torres. Depois de 6 temporadas de briga, finalmente alguém dá a Jon Snow uma promoção sem esfaquear ele / obriga-lo a limpar as latrinas. Agora Jon vira o Rei do Norte™, um cargo que literalmente todos os outros personagens que inventaram de falar isso terminaram mortos. Mas temos certeza que vai dar tudo certo pro meninão.

Porto Real fica mais conservador

Quem mandou ficarem de p#taria por 6 temporadas? Chegou o padre para botar ordem no poleiro. Todo mundo saiu da cadeia católica, mas agora precisam prestar contas. No septo, Cersei explode a igreja matando o Alto Pardal, Margaery, Loras, e Mace Tyrell; Lancel e Kevan Lannister, uma cacetada de nobres e a fé militante. O evento é tão traumático que o Tommen se joga pela janela cometendo suicídio. O episódio inclusive levou o prêmio “Final mais HBO possível” com tanta morte.

Mas e a Daenerys?

O de sempre né gente? Chega um monte de político chato perguntando pra ela o que ela pretende fazer sobre tarifas mercantis e alocação de mão de obra e ela devolve uma frase de Beyoncé. Até que funciona, porque nessas de soltar frases de efeito ela consegue um exército Dothraki, um monte de barcos, um Tyrion, três dragões e um belo churrasco de escravagista.

Theon e Yara chegam em Mereen e fazem aliança com a Mãe dos Dragões e Colecionadora de Títulos. A turma começa um cruzeiro cheio de emoções (na medida do possível, já que não tem Roberto Carlos).

E o resto?

O Cão vira o John Wick de Westeros, Arya decide que ela não quer mais passar o tempo todo apanhando de uma garota com força de exterminador do futuro, pega seu RG de volta e vai para Westeros onde lança a febre do momento, “Matar Freys”. De resto? Bom, só na próxima temporada né?

Até a próxima!

Comente via Facebook!
Categorias
OpiniãoSéries

Ver também