Gotham – Temporada 01 – Ep. 09 – “Harvey Dent”

Em Gotham City, surge um novo aliado para Gordon… … que apesar do seu nome ser o do episódio, ele aparece por cinco minutos e não contribui muito para o...

Em Gotham City, surge um novo aliado para Gordon…

… que apesar do seu nome ser o do episódio, ele aparece por cinco minutos e não contribui muito para o desenrolar da trama. Na verdade, a trama de Gotham dessa semana se divide em três enredos. Primeiro, Gordon e Bullock precisam rastrear um criminoso especializado em explosivos que foi sequestrado durante uma transferência de prisão. Cobblepot continua manipulando Falcone e Maroni nos bastidores para ganhar mais poder e descobre onde a “arma secreta” de Fish Mooney mora. Na Mansão Wayne, Selina Kyle é enviada para ficar sob custódia de Alfred enquanto ela for considerada uma testemunha no caso do assassinato de Thomas e Martha Wayne, ali, a esperta garota de rua forma uma amizade com Bruce.

E o nome do episódio? Bom, Harvey Dent aparece e quer ajudar Gordon a solucionar o caso da morte dos Waynes, suas suspeitas indicam que o responsável pelo crime é um homem chamado Dick Lovecraft (cujo nome soa como um vibrador com temática de terror). Dent, como todas as outras versões adaptadas para o personagem em televisão e cinema, é um promotor público corajoso e arrogante que decide as coisas jogando uma moeda e tem um lado sombrio que se manifesta de forma agressiva de vez em quando.

O criminoso da semana acaba sendo forçado a se envolver na guerra entre Mooney e Falcone, o pobre rapaz sofre de problemas mentais e sua presença serve para mostrar como o prefeito de Gotham encheu a prisão Blackgate com criminalmente insanos, ao invés de criar um local adequado para prende-los e Arkham, Arkham e Arkham. Infelizmente, enquanto Gotham arrastar e mostrar todos os episódios um novo pedaço do plano do Pinguim, e a suposta conspiração da morte dos Wayne, os episódios vão ficar muito parecidos um com o outro.

A parte mais cativante do episódio envolve assistir o pobre Alfred como responsável não só pelo excêntrico órfão Wayne, como sua nova amiga e quedinha amorosa. Bruce continua disciplinado e obcecado em se tornar algo mais, treinando boxe com Alfred (que junto com Flash, foi uma semana cheia de figuras paternas ensinando socos) mas ao mesmo tempo, permanece ingênuo sobre qual é sua missão. Selina Kyle traz um pouco de leveza e realismo para o morceguinho. Pelo menos por alguns instantes, e para o alívio de Alfred, Bruce Wayne vive alguns instantes como uma criança de sua idade.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também