Gotham – Temporada 01 – Ep. 13 – Welcome Back, Jim Gordon

Gotham finalmente oferece um dilema moral genuíno. O que torna séries onde criminalidade é um tema central, como Família Soprano e Breaking Bad. tão cativantes é o dilema moral...

Gotham finalmente oferece um dilema moral genuíno.

O que torna séries onde criminalidade é um tema central, como Família Soprano e Breaking Bad. tão cativantes é o dilema moral enfrentado por seus personagens e o que os mantém no caminho correto ou errado. Apesar de HQs de super herói manterem uma visão um pouco preto e branco do bem e do mal. O problema, é que em um universo como Gotham, onde a corrupção é um tema central (e não existe nenhum bilionário fantasiado de mamífero ainda), a trama corre o risco de se tornar chata caso Gordon nunca lidar com a área cinza da justiça.

O caso da semana desta vez é o assassinato de Pinky Littlefield, membro da gangue Uptown Assassin’s (o que parece o nome de um projeto musical do Bruno Mars com o Gnarls Barkley). Segundo Bullock, este é o típico caso de Homícidio de Serviço Público, já que é uma morte que não feriu nenhum inocente. A “vítima” era uma notória assassina e traficante de drogas. Por sorte, um zelador testemunha o assassinato e está disposto a prestar depoimento.

gotham-episodio-13-temporada-01-critica-freakpop-Welcome-Back-Jim-Gordon-04

Como todo personagem terciário de série policial, o pobre zelador morre dentro da delegacia e o que seria uma simples investigação, rapidamente se complica. Claramente, os crimes são causados por policiais corruptos e o suspeito principal é Arnold Flass, personagem criado por Frank Miller em Batman: Ano Um (você deve ter visto ele em Batman Begins pendurado de cabeça para baixo depois de pegar um Falafel na rua). A resolução é previsível, porém com um elemento inesperado já que Oswald Cobblepot ajuda Gordon a resolver o caso com repercussões perturbadoras.

gotham-episodio-13-temporada-01-critica-freakpop-Welcome-Back-Jim-Gordon-02

O que deveria ser um gancho interessante para o enredo, Gordon tendo sua moralidade desafiada, se perde em uma história previsível e com pouca repercussão para a narrativa geral da temporada. Já temos o conflito entre os mafiosos, o conflito entre Cobblepot e Fish Mooney e a jornada (zzz…) da transformação (zzz…) de Bruce Wayne (zzz…).

Como sempre, o tom do episódio é incerto e entre as cenas sombrias de investigação e corrupção são intercaladas pelo Pinguim e sua mãe enchendo a cara e confrontando Fish Mooney. Pelo menos alguns minutos foram dedicados a avançar a trama.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também