Gotham – Temporada 1 – Ep.02 – “Selina Kyle”

O segundo episódio de Gotham não consegue decidir o tom da série. Existe um conflito em Gotham City e não é exatamente entre o bem e o mal, mas...

O segundo episódio de Gotham não consegue decidir o tom da série.

Existe um conflito em Gotham City e não é exatamente entre o bem e o mal, mas sim, entre o sério e o cômico. Depois de um primeiro episódio intenso, a série perde um pouco o foco do tom e oscila entre homenagear a série do Batman da década de 60 e os filmes de Christopher Nolan. O núcleo principal da trama envolve o desaparecimento de crianças de rua, entre elas, Cat, ou Selina Kyle, ou a futura Mulher-Gato. As crianças são sequestradas por um casal de excêntricos capangas que trabalham para o misterioso vilão, Dollmaker. Na saga dos Novos 52, o Dollmaker é o vilão que no começo da história do Batman remove cirurgicamente o rosto do Coringa e configura uma das mais pesadas histórias da nova saga. Neste episódio ele nunca aparece, mas é mencionado vezes o suficiente que só faltava um letreiro com as palavras EASTER EGG no episódio (assim como inúmeras referências ao suposto Asilo Arkham que está fechado). Seus capangas Patti e Doug parecem que saíram da série com Adam West, seu diálogo semi-infantil e super animado remete aos vilões mais fantasiosos de Batman na época de Grant Morrison, apesar de interessante, o contraste com o resto do realismo da série destoa demais.

gotham-episódio-2-selina-kyle-

A dinâmica entre Gordon e Harvey também está mais engraçadinha. Um dos grandes elementos que formam o caráter de James Gordon é sua disposição para limpar a corrupção do departamento policial de Gotham e a podridão que isso traz para as ruas. Aqui, não só os policiais são corruptos, mas nunca fica claro o porque. Nunca são vistos pegando dinheiro de criminosos, apenas esporadicamente fazendo o social com eles. Quando a atual comissária dá um escândalo sobre como ele “não entendeu o “esquema”, fica vago demais. O único momento que parece que a polícia é vagamente corrupta é quando precisam cooperar com a estratégia do prefeito de realocar os órfãos de rua e impedir que vaze para a imprensa que vários deles serão enviados para o sistema carcerário.

gotham-episódio-2-selina-kyle

Enfim, o episódio é usado para conectar Selina Kyle com os demais personagens, ela foge do cativeiro do Dollmaker e forma uma tênue parceria com Gordon. Além disso, o Pinguim passa o episódio sequestrando e matando pessoas e Fish Mooney enfrenta Carmine Falcone. Estes últimos dois momentos só servem para reforçar que haverá uma “guerra de gangues” entre Falcone e Sal Maroni. Além disso, Bruce Wayne escuta Death Metal, se corta e faz desenhos perturbadores em uma tentativa de ser o adolescente mais clichê de todos os tempos.

gotham-episódio-2-selina-kyle-1

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também