Gotham – Temporada 1 – Ep.03 – “The Balloonman”

Gotham dessa semana: Nananananananananana Ballonman! Gotham ganha seu primeiro vigilante: Balloonman. Um homem mascarado caça criminosos, os prende em balões meteorológicos e deixa que a eventual queda os mate....

Gotham dessa semana: Nananananananananana Ballonman!

Gotham ganha seu primeiro vigilante: Balloonman. Um homem mascarado caça criminosos, os prende em balões meteorológicos e deixa que a eventual queda os mate. Cabe a Jim Gordon e Harvey Bullock descobrir quem é o tal vigilante e prende-lo antes que mais vítimas comecem a se espatifar nas ruas de Gotham City. Lembra quando os trailers e imagens vendiam a série como uma origem realista e sombria dos inúmeros ilustres personagem que habitam a cidade de Batman? Pois é, levou exatamente três episódios para Gotham se tornar uma homenagem ao Batman dos anos 60 em um filme do Christopher Nolan. Sim meninos e meninas, o caso da semana envolve um bandido que mata pessoas com bexigas. Chegamos a este ponto.

gotham-the-ballonman-5

Tanto Ben McKenzine como Jim Gordon e Donal Logue como Harvey Bullock são ótimos atores, mas a série não tem dado muito para ambos trabalharem. Neste episódio não tem muita novidade, Gordon continua perpetuamente fazendo cara de carrancudo para tudo e todos, enquanto Bullock alterna entre ser o parceiro bobão e o músculo da dupla, está longe do policial cínico e ambiguamente corrupto dos quadrinhos. Jada Pinkett Smith continua divertida como Fish Mooney mas também não faz muita coisa além de ficar em seu bar falando sobre como vai tirar Falcone do poder. Oswald Cobblepot volta para Gotham deixando em seu rastro inúmeros corpos que ele vai assassinando sem motivo (tanto para nós, quanto para ele).

gotham-the-balloonman-1

Infelizmente, Gotham continua a descaradamente mencionar coisas que vão acontecer no futuro, o nome “Arkham” é usado neste episódio a cada 10 minutos e Cobblepot fala para todo mundo sobre a guerra de gangues que vai acontecer (provavelmente nos últimos episódios da série). É normal criarem suspense para futuros eventos, mas Gotham parece obcecada em falar para o telespectador “aguenta mais um pouquinho, daqui a pouco vou servir um bolo“. O tom inconsistente entre sério e cômico, os personagens principais rasos e repetitivos e a trama batida de “caso da semana” cansaram de uma forma surpreendentemente rápida.

gotham-the-balloonman

Talvez a única luz no fim do túnel, é David Mazouz. Mazouz anteriormente havia trabalhado na série Touch no papel de uma criança autista, por ter adotado o método criado pela “Escola Kirsten Stewart de Atuação”, pouco de seu talento foi revelado, mas em Gotham, ele mostra que tem tudo para ser um excelente Bruce Wayne. Neste episódio, vemos o progresso do jovem órfão, onde, após o episódio anterior onde ele foi mostrado ouvindo death metal e fazendo desenhos de criança perturbada, vemos ele agora investigando casos policiais já demonstrando a famosa obsessão do personagem por investigações e até compartilha um momento de diversão e leveza com Alfred.

gotham-the-balloonman-4

Não foi dessa vez, mas vamos continuar para ver se a série vira o jogo para algo mais interessante.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também