O Grande Hotel Budapeste

Indicado em 9 categorias no Oscar, O Grande Hotel Budapeste volta hoje aos cinemas! A Fox Film do Brasil leva o premiado O Grande Hotel Budapeste de volta aos...

Indicado em 9 categorias no Oscar, O Grande Hotel Budapeste volta hoje aos cinemas!

A Fox Film do Brasil leva o premiado O Grande Hotel Budapeste de volta aos cinemas, a partir do dia 22 de janeiro.

Dirigido por Wes Anderson, o longa concorre a 9 categorias no Oscar, incluindo melhor filme, e já conquistou prêmios como o Grande Prêmio do Júri, no Festival de Berlim 2014 e Melhor Filme de Comédia ou Musical, no Globo de Ouro 2015.

O filme poderá ser conferido nos seguintes cinemas do país:

– Liberty Mall – Brasília
– Drive In – Brasília
– Estação Barra Point – RJ
– Estação Botafogo – RJ
– Estação Gávea – RJ
– Lumiere Bougainville – GO
– UCI Ribeiro Iguatemi – Fortaleza
– UCI Ribeiro Recife – Recife
– Belas Artes – SP

Confira abaixo a crítica do longa, sem spoilers, e aproveite para assistir esta adorável comédia no cinema.

Até a próxima.

Grande Hotel Budapeste, o novo filme de Wes Anderson é uma comédia inteligente e divertida.

(Publicado em 07/07/2014)

Wes Anderson lança (pelo menos no Brasil) seu novo longa, Grande Hotel Budapeste. Uma divertida comédia com um elenco excêntrico e diálogo peculiar. Em uma fictícia nação nos Alpes, existe um hotel de luxo chamado Grande Hotel Budapeste. Nele, um concierge e seu aprendiz se envolvem em uma falsa acusação de assassinato, as vésperas de uma guerra e uma louca família atrás de uma herança.

Grande Hotel Budapeste

Ralph Fiennes é o grande destaque do longa no papel do Monsieur Gustave. O excêntrico concierge que passa seu tempo mantendo o hotel impecável, satisfazendo as ilustres hospedeiras ricas e idosas do local e cedendo a grandes monólogos repletos de poesia e romance só para terminar com uma frase crassa. Gustave oscila entre o perfeito cavalheiro, um grande herói e um pilantra. Suas interações com seu aprendiz Zero (Tony Revolori) são a espinha dorsal por trás da trama e provoca grandes risadas pelas simples química entre ambos os atores.

Grande Hotel Budapeste
Apesar de poucas cenas, Adrien Brody interpreta Dmitri, o filho da finada Madame D. (Tilda Swinton), uma riquíssima senhora que mantinha um romance com Gustave e deixa uma valiosa pintura para seu amante em seu testamento. Louco para tomar toda a propriedade da mãe, Dmitri contrata o sinistro Jopling (Willem Dafoe) para caçar o concierge. O segredo para o humor do filme gira em torno do diálogo refinado intercalado com frases extremamente obscenas e uma boa dose de humor físico inteligente, sempre incorporados na cena de forma sutil e bem encaixados. Uma espécie de Aperte os Cintos que o Piloto Sumiu para o público cult.

Grande Hotel Budapeste 4
Ajudado por um chefe de polícia solitário e uma ordem secreta de concierges, Gustave e Zero fogem de inúmeras emboscadas em busca de um pouco de sossego e alguns trocados no bolso. Apesar do ar melancólico e inevitavelmente trágico da história, Anderson consegue incorporar loucura suficiente e uma boa quantidade de personagens excêntricos que mantém o filme leve e fácil de acompanhar mesmo com seu tempo de duração longo.

Se você não está com a menor vontade de assistir o próximo festival de piadas de peido dos irmãos Wayan e busca uma comédia inteligente, bem escrita e dirigida com maestria, fica aqui a nossa recomendação do Grande Hotel Budapeste.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Criticas

Ver também