5 filmes do Guy Ritchie que merecem destaque antes de Rei Arthur: A Lenda da Espada

Rei Arthur: A Lenda da Espada chega aos cinemas dia 18 de maio com um “Arthur” bandidão Guy Ritchie é um diretor marcante que divide opiniões. Muitos o consideram...

Rei Arthur: A Lenda da Espada chega aos cinemas dia 18 de maio
com um “Arthur” bandidão

Guy Ritchie é um diretor marcante que divide opiniões. Muitos o consideram um diretor com muito estilo, porém pouca substância. Outros (que inclusive é o caso na Freakpop), acreditam que ele consegue contar de forma eletrizante e frenética o dia a dia dos rejeitados pela sociedade. Sejam eles bandidinhos querendo faturar com uma grande trapaça, gangsteres metidos em um roubo de diamante ou detetives na Inglaterra vitoriana, o diretor sabe apresentar universos marcantes e sempre divertidos.

Dia 18 de maio, estreia Rei Arthur: A Lenda da Espada e você poderá ver o que o diretor imaginou ao transportar seu senso anti-autoridade, sua paixão por marginais e seu ode à malandragem das ruas de Londres moderna para Camelot no século V. Antes disso, decidimos relembrar alguns dos filmes mais marcantes de Ritchie. Então prepare-se para muitas histórias com bandidos com apelidos peculiares e pelo menos um Brad Pitt verbalmente indecifrável.det

Rock’n’Rolla — A Grande Roubada

Talvez não tão icônico quanto Snatch e Canos Fumegantes, Rock’n’Rolla traz todos os elementos clássicos de um filme de Guy Ritchie: uma trama criminosa complexa e cheia de reviravoltas, diversos grupos de bandidos em busca do mesmo objetivo e muita trapaça. Na trama um gângster chamado Lenny Cole (Tom Wilkinson) decide investir em um esquema de construção ilegal. Um bilionário russo quer investir no esquema, mas sua contadora (Thandie Newton) entediada com a vida, contrata um grupo de criminosos chamados de Bando Selvagem (Gerard Butler, Tom Hardy e Idris Elba) para assaltar a grana. Naturalmente, altas confusões acontecem.

Snatch – Porcos E Diamantes 

Um cachorro engole um item indevido. Gangsters, ciganos, promotores de lutas de boxes se metem em confusões e roubos de diamantes. O longa que também conta com Benicio Del Toro, Jason Statham e Vinnie Jones é daqueles de dar nó na cabeça. Nunca imaginamos que um ladrão de diamantes pudesse se meter em mais confusões do que sua própria “profissão”.

Considerado mais bem feito que Dois Canos Fumegantes e mais original que Rock’n’Rolla, Snatch ainda é o melhor dos filmes de crime do diretor.

Sherlock Homes

Robert Downey Jr. é Sherlock. Jude Law é Watson. Juntos eles protagonizam a dupla de investigação mais conhecida da humanidade. Mesmo dividindo opiniões, o primeiro longa de 2009, é bem dirigido apesar do roteiro previsível, algo que não deveria acontecer já que Sherlock Holmes é “o cara” em deduções. Mas, porém, toda via, Mark Strong é um vilão marcante e as caras e bocas de Downey Jr. ainda não estava saturadas por causa de Homem de Ferro. Vale a pena conferir.

O Agente da U.N.C.L.E.

Baseado em uma série de sucesso dos anos 70, este longa merecia muito mais audiência aqui no Brasil. O divertidíssimo filme sobre um agente da CIA e um da KGB que precisam trabalhar juntos, rende ótimas cenas de ação e espionagem. A trilha sonora é marcante e embalada na excelente química entre Armie Hammer, Henry Cavill e Alicia Vikander. O filme de 2015, vale a pena ser conferido sim. Além disso, Ritchie assina o roteiro e a direção de forma primorosa. O Agente da U.N.C.L.E. tem cenas imprevisíveis, sequências de ação de tirar o fôlego e um visual anos 60 super bacana.

Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes

O grande filme que fez Guy Ritchie se tornar Guy Ritchie. Tudo que é esperado em um filme do diretor já nasceu aqui. Os criminosos de baixo escalão que decidem apostar em um esquema absurdo para enriquecer, o retrato da via frenética dos marginalizados em Londres, Vinnie Jones em um papel absurdamente intimidador e uma trilha sonora de brit pop que bizarramente casa com as cenas de fuga e tiros.

No filme, um criminoso convence seus amigos a participar de um jogo de cartas O rapaz cai numa cilada e termina devendo cinco vezes mais do que apostou. Agora tem uma semana para juntar a grana ou pode se despedir de seus dedos. Começa uma caçada frenética pelo submundo britânico onde os bandidos cometem todo tipo de crime para juntar a bufunfa. O longa marca a estreia do rei dos machos carecas, Jason Statham, como ator.

Feito a lição de casa, a partir do dia 18 de maio você poderá conferir a versão Guy Ritchie do Rei Arthur, além da direção, ele assina o roteiro que conta com Charlie Hunnam no papel principal, um Arthur “das ruas”, bandidão e intrigante. Mas não vamos entrar em detalhes por que você já pode ler a nossa crítica completa e sem spoilers, aqui ó.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também