Apresentador Gugu Liberato falece aos 60 anos em Orlando, nos Estados Unidos

In Memorian | Gugu Liberato falece aos 60 anos

Apresentador sofreu uma queda em sua residência em Orlando

Gugu Liberato deixa família e muitos fãs

Para muitos, Gugu Liberato seria a versão jovem de Silvio Santos, quando ele começou a apresentar em 1981, a versão paulista da Sessão Premiada. Mas a carreira de Antônio Augusto Moraes Liberato estava apenas nos primeiro episódio, após desistir do curso de Odontologia em Marília, ele se muda para São Paulo e transforma o SBT em sua segunda casa.

Em 1982, ele assume seu primeiro grande sucesso na telinha, Viva a Noite, enquanto começa um programa popular na Radio Capital de São Paulo. Internamente no SBT, Gugu dirigiu e produziu vários programas, como A Semana do Presidente, além de eventualmente apresentar algum quadro do programa Silvio Santos.

Com o sucesso do Viva a Noite em que trabalhou, Gugu acabou se tornando um alvo cobiçado pela principal concorrente do SBT. Em 1988, Silvio foi até a casa de Roberto Marinho para pedir que a Globo abandonasse a proposta de levar o apresentador para a rede. A ideia inicial era que Gugu assumisse exatamente o horário das tardes de domingo antigamente ocupado pelo próprio Silvio.

Assinando um contrato milionário, Gugu Liberato começou a apresentar alguns quadros do Programa Silvio Santos, como Passa ou Repassa, Cidade contra Cidade, Roletrando e TV Animal. O apresentador também acabou substituindo o “patrão” em diversas ocasiões, mantendo a audiência em alta, mesmo sofrendo grandes embates contra Fausto Silva, agora o novo apresentador dos domingos da Globo.

Gugu continuou criando. Veio o Sabadão Sertanejo e o programa que elevou o nível do trabalho do apresentador, o Domingo Legal, que competia diretamente com o Domingão do Faustão. Uma das atrações que o colocou em primeiro lugar durante várias horas, foi a presença do ator Jean Claude Van Damme, que veio ao Brasil para lançar o filme Replicante, em 2001.

Gugu foi o responsável pelo sucesso do grupo Menudo, que fez diversas apresentações em seus programas. Com isso, Gugu abriu as portas para outras boybands como Dominó e Polegar. Fez participações especiais em filmes com os Os Trapalhões, Xuxa e Angélica, além de gravar vários discos com músicas de carnaval e temas infantis. Aliás, ele foi um dos apresentadores durante vários anos do Teleton.

Nem tudo foi tranquilo. Em 2003, o Domingo Legal apresentou uma entrevista exclusiva com dois membros do PCC, um dos principais grupos criminosos do país. Com revelações contraditórias dos criminosos, descobriu-se que tudo foi forjado, segundo o próprio apresentador para derrubar a audiência do programa.

Em 2009, Gugu assina com a Record e fica até 2013, fazendo um novo programa mas o resultado não foi muito bom. Em 2015 ele retorna à Record, onde fez novas produções. No ano passado, gugu apresentou  o Power Couple Brasil e o Canta Comigo.

Ele estava com sua família na casa que tem em Orlando, na Florida, fazendo a decoração externa para o natal, quando sofreu uma grave queda. Levado às pressas para um hospital, com traumatismo craniano. A notícia de sua morte foi adiada pela família e pela Rede Record, até que seu quadro se tornasse irreversível: morte cerebral.

Gugu Liberado era casado com a médica Rose Miriam di Matteo, com quem teve três filhos, João Augusto (17) e as gêmeas Marina e Sofia (15). Uma grande figura da televisão, que deixa a telinha cedo demais. Seus fãs, tristes, lembrarão de seus melhores momentos dizendo “Viva a Noite!!!”.

Comente via Facebook!
Categorias
Show Business

Ver também