CRÍTICA | NatGeo estreia ‘Marte’, uma série que mistura sci-fi e realidade

MARTE estreou dia 13 de novembro e merece toda a sua atenção Você é fã de sci-fi e ciência? Caso positivo, seja bem-vindo a Marte, nome da nova série produzida...

MARTE estreou dia 13 de novembro e merece toda a sua atenção

Você é fã de sci-fi e ciência? Caso positivo, seja bem-vindo a Marte, nome da nova série produzida pela NatGeo que conta a história da chegada da primeira equipe de astronautas no astro escarlate , porém, em 2033.

Voltando aos dias de hoje, Marte não é só uma série de sci-fi futurista, aqui acompanhamos relatos reais de cientistas e pesquisadores da NASA envolvidos em todo o estudo sobre como um grupo de humanos poderiam se estabelecer no planeta vermelho. Então no primeiro episódio, conhecemos a equipe que aterriza em Marte em 2033, e a toda a equipe nos dias de hoje que está envolvida nos preparos e análises necessárias para esta viagem do futuro. Essa mescla de tempos proporciona ao espectador uma compreensão mais clara de como começou o processo para que esta tripulação pudesse chegar ao seu destino com condições de se alimentar, respirar e colonizar. A série mistura uma narrativa dramatizada da expedição do futuro com os dias presentes apresentados em formato de documentário mostrando os esforços de cientistas para levar humanos para o planeta vermelho.

Por meio da visão da National Geographic Channel e dos produtores renomados com Prêmios Oscar e Emmy – Brian Grazer, Ron Howard e Michael Rosenberg – da Imagine Entertainment; o produtor nominado aos Prêmios Oscar e o vencedor de um Prêmio Emmy, Justin Wikes e Dave O’Connor, da RadicalMedia, e o visionário diretor mexicano Everardo Gout (“Days of Grade”), viajamos com a nave espacial  “Daedalus” comandada pelo americano Ben Sawyer (Ben Cotton); a pilota coreana-americana Hana Seung (Jihae); o hidrólogo e geoquímico espanhol Javier Delgado (Alberto Ammann); a médica e bioquímica francesa Amelie Durand (Clementine Poidatz); o engenheiro mecânico e roboticista Robert Foucault (Sammi Rotibi); e a exobióloga e geóloga russa Marta Kamen (Anamaria Marinca). Agora, será que a chegada deles no planeta foi um sucesso?

Ao longo de seis episódios, Marte trará o  drama desta missão fictícia enquanto personalidades reais explicam o que seria necessário para que a humanidade alcançasse o tão sonhado êxito de uma missão como esta que, certamente, revolucionaria a história da humanidade. De forma didática, os diálogos na série são bem roteirizados para que não transforme o projeto em um documentário de seis partes. Para embasar cientificamente o enredo, integram o elenco:

  • Charles Bolden, administrador da NASA; ex-astronauta da NASA
  • Neil DeGrasse Tyson, diretor do Planetário Hayden do Centro Rose para a Terra e o Espaço
  • Peter Diamandis, fundador e presidente executivo de X-Prize; co-fundador e co-presidente do Planetary Resources
  • David Dinges, professor do Departamento de Psiquiatria da Universidade da Pensilvânia
  • Casey Dreier, diretor de política espacial da Sociedad Planetaria
  • Ann Druyan, produtora executiva e roteirista de Cosmos
  • Charles Elachi, diretor aposentado do Laboratório de Propulsão a Reação (JPL, sigla em inglês) da NASA; professor emérito da Caltech
  • Jim Green, diretor da Divisão de Ciência Planetária da NASA
  • John Grunsfeld, administrador associado do Diretório Missões Científicas da NASA; ex-astronauta da NASA
  • Jennifer Heldmann, cientista planetária da NASA
  • Jedidah Isler, astrofísica premiada; exploradora emergente da National Geographic
  • Thomas Kalil, subdiretor de políticas do escritorio de Política de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos; assessor sênior de ciência, tecnologia e inovação da National Economic Council
  • Roger Launius, diretor associado de coleções e assuntos curatoriais do Museo Nacional del Aire e o Espacio de la Institución Smithsonian
  • John Logsdon, professor emérito de ciência e assuntos internacionais da Universidad George Washington
  • James Lovell, exastronauta da NASA; comandante da Missão Apolo 13
  • Elon Musk, CEO e diretor de tecnologia da SpaceX; CEO da Tesla Motors; presidente da SolarCity
  • Mary Roach, autora do livro Packing for Mars (Fazendo as malas para viajar para Marte)
  • Jennifer Trosper, diretora da missão Marte 2020 do Laboratório de Propulsão a Reação (JPL, sigla em inglês) da NASA
  • Robert Zubrin, presidente da Mars Society; presidente da Pioneer Astronautics
  • Stephen Petranek, autor do livro How We’ll Live on Mars (Como viveremos em Marte)
  • Andy Weir, autor do livro The Martian (O Marciano)

Filmado em Budapest e Marrocos, o visual da série é sensacional. A forma como a ficção foi intercalada com a realidade tece uma trama intrigante que prende a sua atenção na tela. Só pelo primeiro episódio temos a sensação de viver a emocionante experiência de assistir o homem chegando em Marte. Conhecemos sua tripulação, suas responsabilidades e seus objetivos até o momento da contagem regressiva desta alucinante expedição. E também encaramos os problemas e receios ao abrir da vida na Terra. Marte é uma série experimental, real, fictícia e científica na medida certa.

Querem saber mais? A Tatá Snow da Freakpop e o jornalista Paulo Gustavo Pereira da BesTV estiveram no evento de lançamento da série contam no vídeo mais desta super estreia:

Marte é exibido pelo canal NatGeo todos os domingos às 23h.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Críticas

Ver também