Marvel Demolidor – Temporada 01 – Ep.01 – No Círculo

Marvel Demolidor estreia no Netflix. Por incrível que pareça, vai ser extremamente difícil redigir essa resenha sem um ocasional “puta merda”, “caralho” e “isso é foda”. Marvel Demolidor estreou...

Marvel Demolidor estreia no Netflix.

Por incrível que pareça, vai ser extremamente difícil redigir essa resenha sem um ocasional “puta merda”, “caralho” e “isso é foda”. Marvel Demolidor estreou no Netflix com a primeira temporada na íntegra e de cara, o primeiro episódio é um soco no estômago comparado com as demais séries de super herói atualmente em produção. Demolidor conta a história de Matt Murdock, um advogado cego que passa suas noites lutando contras as injustiças do bairro da Cozinha do Inferno em uma Nova Iorque pós-invasão Chitauri. A instabilidade. pós incidente, permitiu que um grupo poderoso de criminosos tomasse o poder da cidade. Mas não vá achando que são crimes como tecnologia alienígena e outros elementos sci-fi no estilo de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. ou Marvel’s Agent Carter. De cara, vemos um grupo de mulheres desesperadas em cativeiro prestes a serem enviadas para algum inferno de tráfico humano do outro lado do mundo.

marvel-demolidor-episodio-1-review-freakpop-04

Ao invés de investir na construção do personagem, a trama já começa com Matt e seu melhor amigo Foggy Nelson, recém formados da faculdade de direito, construindo seu escritório de advocacia. Seu primeiro cliente, Karen Page é uma secretária de uma construtora que se vê em meio à uma conspiração criminosa e caçada por agentes de uma figura misteriosa que controla as demais organizações ilegais da cidade. Murdock precisará provar a inocência de Karen e mantê-la segura usando ambas suas identidades.

marvel-demolidor-episodio-1-review-freakpop-01

A série de cara já se destaca pela sua premissa mais adulta, com uso de palavrões, sangue em litros e crimes mais pesados (ao contrário do “toda semana alguém rouba um carro-forte” em Arrow). Esta é uma Nova Iorque bem longe dos Aeroporta-aviões, deuses nórdicos, super soldados e bilionários com armaduras. As ruas são sujas, a corrupção corre solta e este Demolidor, fiel aos quadrinhos, pretende resolver todos os problemas da cidade com nada mais que seus punhos e sensos sobre humanos provenientes do acidente que o deixou cego na infância. Parte da história por trás da máscara é contado por meio de flashbacks que exploram a infância de Murdock ao lado de seu pai, um humilde boxeador que sonha em dar uma vida melhor ao filho.

marvel-demolidor-episodio-1-review-freakpop-03

Com direção primorosa, diálogos extremamente bem escritos, atuações marcantes e cenas de ação brutais e violentas, Demolidor pode muito bem ser uma das, se não a melhor série de super heróis feita até o momento. Uma adaptação que consegue ser sombria sem perder os momentos de humor, realista mas sem perder seu vínculo com o Universo Cinematográfico Marvel e que consegue conquistar isso sem tentar imitar tudo que Christopher Nolan fez com sua trilogia Batman.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Críticas

Ver também