Multiversity – Tudo sobre a nova saga de Grant Morrison

Multiversity de Grant Morrison promete mudar completamente o universo do Novos 52. Durante a Comic-Con em San Diego, o roteirista / psicopata Grant Morrison apresentou mais detalhes sobre sua...

Multiversity de Grant Morrison promete mudar completamente o universo do Novos 52.

Durante a Comic-Con em San Diego, o roteirista / psicopata Grant Morrison apresentou mais detalhes sobre sua nova e demente minissérie, Multiversity. Antes de começar a falar sobre a série, vale lembrar que a DC tem um relacionamento com o Multiverso que pode ser descrito como… “Dado Dolabelliano”. Para quem está coçando o cuco tentando entender, Multiverso é o oposto de Universo, quer dizer que, no mundo da DC Comics, existem (dependendo de qual época) inúmeras realidades paralelas. O número de universos paralelos variou ao longo da história devido às crises. Em Crise nas Infinitas Terras (1985), o Multiverso entrou em colapso e cinco universos se fundiram para se tornar um só. Em 2005, veio a Crise Infinita, onde sobreviventes de um dos universos destruídos tentam criar um mundo perfeito para substituir o universo sobrevivente, essa série terminou com a criação de 52 realidades paralelas. Finalmente, em 2007, saiu a Crise Final, a saga final da trilogia que abordaria a questão do Multiverso na DC…

multiversity-crise-nas-inifinitas-terras-crise-inifinita-crise-finalAté Multiversity… porque grana….

Morrison não é estranho para bizarrices, e segundo o próprio roteirista: “Ela aborda coisas que realmente me interessam”, disse ele sobre a série, “quebrar barreiras do que é real e não é. Desenvolvemos esta técnica de indução hipnótica para realmente f*der com as pessoas. Ela tem efeitos mentais e psíquicos que eu acho realmente bizarros”. Para mostrar que não é mais uma série de loucuras sem nexo, o roteirista lançou o mapa oficial do Multiverso da DC que será usado em Multiversity:

Multiversity-map_1400x1074O mapa aborda, pela primeira vez, de forma lógica todos os elementos do Universo DC, inclusive a Força da Aceleração, a Sangria e os diferentes mundos de Deuses que afetam a realidade. Segundo Morrison, o mapa possui um lado claro e um lado sombrio, com Apokolips no centro das trevas e Nova Genesis no centro da Luz. Em linha reta do Apokolips, está a Terra-6, que é o Universo DC imaginado por Stan Lee. Na linha oposta, temos a Terra-51, que representa o universo criado por Jack Kirby. Alguns universos conseguimos deduzir o que são, a Terra-30 claramente possui uma temática soviética e provavelmente representa o universo de Superman: A Foice e o Martelo, onde o último filho de Kripton cai na União Soviética. A Terra-1 é onde as histórias “Terra-1” se passam.

Ok… agora a cabeça começou a doer. Vamos falar de Multiversity:

A história será contada por meio de diversas edições únicas que lidarão com uma raça demoníaca conhecidos como The Gentry que planejam invadir o Multiverso e começar a “Batalha por toda a Criação”. Os títulos são:

The Multiversity

O primeiro one-shot contará a história de Calvin Ellis, o Presidente dos Estados Unidos e Superman da Terra-23. Ele é o líder de uma equipe de super-heróis com representantes de todo o Multiverso. Multiversity é seu QG.

Multiversity-grant-morrison-

The Society of Super-Heroes: Conquerors of the Counter-World

A história se passa nas Terras 20 e 40 e mostrará uma versão da Sociedade da Justiça inspirada nos quadrinhos da década de 40. Com uma pegada “pulp”, mostrará um mundo com somente 2 bilhões de pessoas, mesmo se passando em 2012.

The Just

Na Terra-16, Batman, Superman e Mulher Maravilha praticamente salvaram o mundo e crime é inexistente, seus filhos e descendentes passam o dia todo fantasiados de super herói e reencenando batalhas famosas. Segundo Morrison, esta realidade será uma versão DC Comics de The Hills.

Pax Americana

Talvez a proposta mais interessante, na Terra-4, os personagens da Charlton Comics (que serviram de base para Watchmen), serão os personagens que Alan Moore e Dave Gibbons originalmente queriam em sua série famosa. Imagine um Watchmen contado em tempos atuais, onde ao invés de Guerra Fria, o tema será terrorismo e conspirações. Semelhante a Watchmen com seus nove painéis por página, esta história terá oito painéis por página.

Thunderworld

A Terra-5 é o mundo da Família Marvel. A pegada será semelhante ao All Star Superman do próprio autor. Uma celebração do legado do personagem.

The Master Men

O sexto one-shot se passa na Terra-10 em 1956. Os personagens principais são os Lutadores da Liberdade e versões nazistas de vários heróis.

Ultraa Comics

Nosso mundo, ou pelo menos a versão mais realista de um mundo da DC, será representado pela Terra-Prime. Neste mundo, Ultraa, a primeira heroína acaba de surgir e segundo Morrison, será o título mais pirado de todo o Multiversity.

Além disso, o autor promete aparições de todos os personagens já criados pela DC. Será que ele vai manter sua palavra?

Multiversity

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Games & HQ'sQuadrinhos

Ver também