Mundo da Lua – Documentário explora os bastidores da série da TV Cultura

“Alô, Alô, planeta terra chamando! Planeta Terra chamando! Esta é mais uma edição do diário de bordo de Lucas Silva e Silva, falando diretamente do Mundo da Lua, onde tudo...

“Alô, Alô, planeta terra chamando! Planeta Terra chamando!
Esta é mais uma edição do diário de bordo de Lucas Silva e Silva,
falando diretamente do Mundo da Lua, onde tudo pode acontecer….”

Um trabalho de conclusão de curso da Universidade São Judas Tadeu, de 2014, conseguiu a proeza de trazer o Mundo da Lua em um documentário emocionante. Voltamos para 1991, ano de estreia de um dos maiores sucessos da TV Cultura. A série, sobre a família Silva e Silva, era pra lá de especial graças à imaginação do menino Lucas, que por meio de seu gravador, viajava para o Mundo da Lua e encantava a audiência com suas aventuras.

Com a participação do elenco e da equipe de produção, imersamos nos bastidores da aclamada série que teve, ao todo, 52 episódios. Sempre comandados por Lucas Silva e Silva, os episódios retratavam problemas comuns, pertencentes à realidade de uma família de classe média dos anos 90, que eram muitas vezes solucionados após os sonhos do Lucas. Neste documentário, Luciano Amaral (Lucas), Antônio Fagundes (Rogério Silva – pai), Mira Haar (Carolina Silva e Silva – mãe) e Mayana Blum (Juliana Silva e Silva – irmã) comentam como foi participar do programa. O falecido Gianfrancesco Guarnieri, que interpretava Orlando Silva, o avô de Lucas, é relembrado com muito carinho e comoção por toda a equipe. Afinal, quem diria que um gravador, presente dado por ele ao seu neto, fosse resultar em tantas histórias e inspirar gerações. Mundo da Lua, que também foi transmitida pela TV Globo, bateu recordes de audiência e ainda é exibido pela TV Cultura.

Além do elenco, conhecemos mais de perto o diretor Roberto Vignati, que afirma que as maiores lembranças da série são as cenas de Lucas com o avô e elogia a atuação de Guarnieri. Em seguida Eneida Barbosa (assistente de produção) e Leila Maria de Oliveira (produtora) também comentam como era trabalhar com o veterano. E por trás deste presente do avô, temos Silvio Galvão (efeitos especiais), responsável por reconstruir o gravador, fazer ele piscar e complementar o visual daquele singelo objeto que levava Lucas para o Mundo da Lua.

Já no imaginário de Lucas, temos aquele visual esfumaçado, mais escuro, repleto de monstros, seres e cenário. A fotografia dos sonhos foi feita de uma forma inesperada e saber diretamente do Maurício Valim, responsável por esse tratamento de imagem, certamente é um dos pontos altos do documentário. Entre outros detalhes de produção, o rádio da Rosa, empregada da família, também ganha destaque. Todo mundo se lembra que ela conversava com o rádio, né? Além disso, conhecemos os bastidores das casa, de personagens inesquecíveis em determinados episódios e temos o grande Antônio Fangundes comentando seu personagem e toda a equipe de roteiristas e argumentadores abrindo suas inspirações que influenciaram na criação dos irmãos Silva e Silva. E para finalizar, Laura Cardoso, hoje com 88 anos, também deixa seu carinho pela série registrado neste documentário mais do que especial de uma das produções mais marcantes da televisão brasileira que ainda tem fôlego para encantar novas gerações. Confira:

Parabéns aos alunos da Universidade São Judas Tadeu. Fica aqui o agradecimento de toda equipe Freakpop por este trabalho feito com tanto carinho e sutileza que consegue  emocionar aqueles que já viajaram ao Mundo da Lua com o Lucas e sua família.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Notícias

Ver também