Namoro ou Liberdade – Uma comédia romântica bem…

Namoro ou Liberdade é uma comédia romântica que tenta explorar o conflito entre os meninos e o resultado é bem ok! Ladies and Gentlemen eu vos apresento….Zac Efron! Pois...

Namoro ou Liberdade é uma comédia romântica que tenta explorar o conflito entre os meninos e o resultado é bem ok!

Ladies and Gentlemen eu vos apresento….Zac Efron!

Pois é galera, com 26 anos, Efron mostra ao mundo que cresceu. Só este ano ele foi pra reabilitação, ficou sem camisa no MTV Movie Awards e em breve estará nos cinemas em uma comédia ao lado de Seth Rogen, Vizinhos,  que talvez melhore a imagem do ex-Disney! Pera…melhorar o que? Com um histórico nada relevante ou diferente do que vemos com outras celebridades, Efron pelo jeito resolveu de fato investir na carreira de ator, ou seja, estava na hora de deixar de ser um ex-disney gostosão para ser um ator de verdade…mas isso ainda não aconteceu, então vamos falar sobre a comédia romântica Namoro ou Liberdade.

Vamos ao enredo: a cidade é NY, três amigos de infância, um médico e dois publicitários/designers de capa de livro. Dois solteirões moram juntos em um belo loft, enquanto um é casado e passa por um processo de divórcio, juntos eles vão para os bares conquistar a mulherada para terminarem a noite com um belo par de peitos na cama.

E?

Pois é, a história gira em torno desses três amigos que, após o divórcio de Mikey (Michael B. Jordan) eles fazem a promessa de permanecerem solteiros. Mas óbvio, que Daniel (Miles Teller), em sua atuação de sempre como o cara babaca dos comentários idiotas, se apaixona por uma até então amiga e Jason (Zac Efron) é o garanhão da turma que se apaixona por uma menina que faz piadinhas típicas de macho… Não entendeu? Ela é a mina que dá um fora num cara dizendo que ele a abordou já pensando no casamento deles! (…) Enfim, obviamente que a promessa vai por água a baixo quando Mikey tenta acertar seu casamento enquanto Daniel e Jason esconde que estão quase namorando suas respectivas garotas.

Tudo vai bem quando….

Jason é convidado para a festa de aniversário de sua pretendente e acha que seria uma festa à fantasia. O casal sentado à direita da imagem são os pais da moça. Em um momento constrangedor, que poderia ser melhor trabalhado, o rapaz usa todo o seu molejo para tornar a noite menos desagradável. Quando eles finalmente estão prontos para se entregar ao namoro, o pai da moça falece e Jason foge da responsabilidade de se fazer presente. Enquanto isso, seus dois amigos também possuem problemas com as meninas e, por um motivo extremamente fraco, os três amigos se desentendem!

Lembra da receita do bolo de comédia romântica? A menina e o menino se apaixonam, eles brigam e no fim vivem felizes para sempre.

O filme tem a mesma pegada da comédia romântica entre homens, Eu te Amo, Cara, mas não chega aos pés desta. O estreante diretor e roteirista Edward Zwick conseguiu um resultado bem sessão da tarde mas divertido para as fãs de Bridget Jones e Grey’s Anatomy. Nenhum ator se diferencia em termos de atuação, mas o filme contém piadas medianas e um ritmo bem legal. Sim, Zac Efron está lindo como sempre e tira alguns suspiros do público feminino. Se você procura um filme meia boca para dar algumas risadas e passar o tempo, é este aqui, não vai mudar sua vida mas pelo menos não é completamente sem graça. Já falamos que o Zac tá um pitelzinho nesse filme?

Até a próxima,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também