NETFLIX – Shadowhunters – EP0304: Mandando tudo para o inferno

Finalmente!! O melhor episódio da temporada de Shadowhunters  Yeha, gritos de euforia! Shadowhunters dá um respiro e começa, a passo de bebê, a revelar que pode ser um fenômeno. Ou...

Finalmente!! O melhor episódio da temporada de Shadowhunters 

Yeha, gritos de euforia! Shadowhunters dá um respiro e começa, a passo de bebê, a revelar que pode ser um fenômeno. Ou tentar. Em “Mandando tudo para o inferno”, Clary encontra Magnus e quer resgatar sua memória perdida, que na verdade foi “papada” por um demônio. Nesse interim, Simon resolve que a vida de Caçador não é para ele, volta para casa e descobre que a visita ao hotel Dumort teve mais consequências do que ele esperava. De fato, o arco mais interessante da série até agora.

Grupo unido para encontrar Magnus, Clary revela que não tem senso de moda e pega emprestado um vestido maravilhoso de Isabelle, que marca tudinho. E sabe Deus como consegue esconder uma lâmina serafim, alguma sugestão? Hummmm.

A graça fica por conta de Alec, um personagem até agora duro e sem trejeitos, e de Magnus, que já demonstrava ser interessante desde o início. As trocas de olhares, o riso sem querer de Alec e as provocações do mago temperam um episódio que ruma para algum conceito de qualidade. Sherwood ainda não encontrou o tom certo para Jace, mas está quase lá.

E, mais uma vez, o episódio termina com um gancho do desenrolar de Simon, que domina o roteiro e deixa expectativa para o próximo.

Ah, Luke delícia aparece, mas demonstra ser um péssimo policial. Em busca de Clary, não avança nenhum tiquinho e ainda é pressionado pelo parceiro de latidos para o luar. É, meu amigo. A coisa está feia para você.

Curioso para Moo Shu to Go? A crítica já está aqui!

Até o próximo episódio.

Comente via Facebook!
Categorias
Críticas

Ver também