O Abutre – Jake Gyllenhaal como você nunca viu antes!

Em O Abutre, uma mente fria pode criar a matéria ideal para o jornal! Louis Bloom (Jake Gyllenhaal) é um rapaz esperto e inteligente que procura a oportunidade ideal para ganhar...

Em O Abutre, uma mente fria pode criar a matéria ideal para o jornal!

Louis Bloom (Jake Gyllenhaal) é um rapaz esperto e inteligente que procura a oportunidade ideal para ganhar dinheiro. Inicialmente apresentado como um ladrão de itens como tampas de boeiros e cercas, Lou tem uma presença forte e discursos convincentes sobre comprometimento, determinação e os melhores argumentos que fariam dele o perfil ideal de funcionário para qualquer emprego.

Perambulando pelas ruas de Los Angeles, ele se depara com um acidente de carro em uma rodovia. Segundos depois, uma equipe de filmagem chega ao local, filma o resgate da vitima e Lou enxerga que este trabalho pode ser de grande valia. O rapaz tenta se vender para Joe Loder (Bill Paxton) na tentativa de conseguir um emprego, mas suas palavras que parecem sair da maior bullshitagem de marketing dos últimos tempos, não convencem Loder.

Ok então, “if you want to win the lottery, you have to make the money to buy a ticket”“Se você quer ganhar na loteria, você precisa fazer dinheiro para comprar um bilhete!”, com isso em mente, Lou compra sua primeira câmera de filmagem, faz seu primeiro material e, consequentemente, sua primeira venda para uma rede local. Nina (Rene Russo) é o seu novo alvo para extorsão. Especialista em manipular as pessoas com suas belas palavras, Lou cresce muito rápido, consegue ganhar um bom dinheiro e se torna muito qualificado e necessário nesse trabalho de filmar acidentes, incêndios, assaltos e assassinatos. Um ditado popular afirma que o “meio corrompe o homem”, é neste momento que o protagonista vira a chave de sua personalidade para incorporar um incontrolável e ganancioso homem de negócios que está focado em ampliar sua empresa e seus ganhos.

Nem sei por onde começar. Primeiro, Gyllenhaal apresenta uma de suas melhores atuações dos últimos anos. O indicado ao Oscar por O Segredo de Brokeback Mountain (2006), atua de forma madura e usa de elementos físicos, como um cabelo meio largado e uma magreza que não pertence ao ator na vida real, para compor o protagonista esquisitão e oportunista. Gyllenhaal, que também é um dos produtores de O Abutre, sai da bolha e comprova que está pronto para voltar a chamar a atenção das principais premiações do cinema.

Além de sua excelente atuação, O Abutre possui uma premissa interessante e muito original. Pela primeira vez temos um longa de ação investigativa que explora o outro lado da imprensa, que vem dos olhos de quem filma e não de quem investiga ou relata nos meios de comunicação. É aquela velha história, quando você assiste um vídeo de alguém maltratando um animal, logo vem a pergunta: porque a pessoa continuou filmando ao invés de prestar socorro? Sacou?

O Abutre é dirigido pelo estreante Dan Gilroy, conhecido pelos roteiros de Gigantes de Aço (2011) e O Legado Bourne (2012). Gilroy também assina o roteiro desse longa que já está em cartaz em todos os cinemas do país.

Duas curiosidades sobre o filme: Gyllenhaal, além de ter perdido 10 quilos para compor Lou, na cena onde ele pira com o andamento de suas ações o ator realmente quebrou o espelho e teve que levar pontos no hospital.

Quer curtir mais um filme sobre imprensa este ano? O Abutre deve entrar na sua lista ao lado de Garota Exemplar (2014) e O Mensageiro (2014).

Até a próxima.

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também