O Jardim de Bronze da HBO é instigante e provocativo

O Jardim de Bronze chegou na HBO com uma premissa interessante Um pai, uma mãe e uma filha. Juntos, eles protagonizam uma história que começa de forma turbulenta sob presença do...

O Jardim de Bronze chegou na HBO
com uma premissa interessante

Um pai, uma mãe e uma filha. Juntos, eles protagonizam uma história que começa de forma turbulenta sob presença do fantasma do divórcio e uma misteriosa praça ameaçada pela presença de um homem. A produção, filmada na Argentina, reúne grandes atores do país. Joaquín Furriel é Fabián Danubio, o pai desta família que, logo no primeiro episódio, tem sua filha desaparecida.

Uma grande conspiração é apresentada. A policia investiga casos de sequestros cujas vítimas reaparecem mortas. A cidade é palco de grandes mistérios e uma praça é o cenário do caos, por ora, implantado por uma figura masculina desconhecida. Entre a depressão de esposa de Fabián e a incansável busca por sua filha, diversos elementos são mostrados para a audiência: uma idosa de rosto queimado, um investigador particular de faro afiado, uma policia de pouco caso e uma babá amedrontada.

O clima de suspense é muito bem construído e a tensão da trama carregada pelo talentoso Furriel. O Jardim de Bronze chega na HBO com uma primeiro episódio avassalador, de final de tirar o fôlego e com uma semente plantada de mais um grande projeto promissor do canal.

Dirigido por Hernán Goldfrid e Pablo Fendrik, a série é uma adaptação do livro de Gustavo Malajovich e terá oito episódios, todos disponibilizado na HBO Go após a estreia. O Jardim de Bronze estreou em 50 países pelo mundo incluindo Estados Unidos, Espanha e em todos os locais atendidos pela HBO Nordic.

Não deixe de acompanhar esta trama enigmática.

Küsses,

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Críticas

Ver também