Os Mercenários 2

BOOM!! RATATATATÁ!!! CLACK!!! POW!!! BOOOOOOOOM!!!! Sylvester Stallone  e companhia voltam para mais uma aventura recheada de explosões, violência e… explosões. O misterioso Mr. Church (Bruce Willis) retorna para recrutar...

BOOM!! RATATATATÁ!!! CLACK!!! POW!!! BOOOOOOOOM!!!!

Sylvester Stallone  e companhia voltam para mais uma aventura recheada de explosões, violência e… explosões. O misterioso Mr. Church (Bruce Willis) retorna para recrutar a equipe para mais uma missão. Durante a missão um dos mercenários é assassinado por Jean Claude Vilain (Jean Claude Van Damme no papel de Jean Claude Van Damme) e sua equipe rival de mercenários. Sedentos de vingança, Stallone e sua turma se juntam a rostos familiares (Arnold Schwarzenegger e Chuck Norris) para derrotar os malignos mercenários e reduzir tudo em seu redor a destroços.

O filme, assim como o primeiro da série, é uma homenagem aos filmes de ação da Golan-Globus Productions dos anos 80. Em uma época onde os filmes de ação fazem uso de realismo, computação gráfica e contextos críveis, é divertido ver um filme que relembra uma época mais simples onde fazer um filme de ação envolvia um pedaço de carne alfabetizado e alguns litros de gasolina.

Em relação ao primeiro filme, este filme certamente teve uma melhoria na qualidade das ações e o aumento da faixa etária garante cenas mais brutais de ação. Ao mesmo tempo, a repetição da premissa garante que este filme não vai ser tão interessante quanto o primeiro, os atores mais icônicos passam cenas inteiras mencionando frases famosas de seus filmes de sucesso e o filme até reduz a narrativa em para fazer piadinhas de Chuck Norris Facts (o ponto mais baixo do filme). Observar atores que outrora foram icônicos relembrando momentos do seu passado em tom irônico transmite uma linguagem esquisita para o filme, afinal devemos relembrar carinhosamente da época ou caçoar a clara agenda republicana apresentada nestes filmes? Nem mesmo Sylvester Stallone conseguiu chegar numa conclusão ao longo do filme.

Tipicamente em filmes de ação ou aventura, o vilão deve ser interpretado por um ator com certa capacidade para dar a dramaticidade correta para o papel, Van Damme infelizmente não funcionou muito bem nesse quesito, o ator de filmes como TimeCop, O Grande Dragão Branco e Street [gorfo] Fighter simplesmente não tem a habilidade necessária para fazer o papel de um vilão marcante o suficiente para se opor ao grupo cada vez maior de mocinhos.

De qualquer forma, é um filme divertido se você deseja 2 horas de ação sem ter que pensar muito é altamente recomendado. Certamente não é o filme que entusiastas da trilogia Bourne ou os Batmans de Christopher Nolan vão admirar, mas se você estiver com vontade de desligar  a cabeça da realidade, com certeza vale a pena.

Até a próxima!

Comente via Facebook!

Editor-chefe da Freakpop. Adora cinema, mas odeia a palavra cinéfilo. Leu quadrinhos demais na vida e tem uma capacidade muito limitada de entender a realidade. Tudo que não explica com Máquina Mortífera, explica com Highlander. Sabe tudo sobre Soul Reaver e Crônicas de Gelo e Fogo. Seu signo é estegossauro.

Categorias
Criticas

Ver também