Os Pinguins de Madagascar

Depois de 3 filmes, Os Pinguins de Madagascar chegam com tudo em um spin-off imperdível! Quer começar 2015 bem humorado? Então invista uma ida no cinema para curtir a...

Depois de 3 filmes, Os Pinguins de Madagascar chegam com tudo em um spin-off imperdível!

Quer começar 2015 bem humorado? Então invista uma ida no cinema para curtir a nova animação da DreamWorks distribuída pela FOX, Os Pinguins de Madagascar. Eles são cativantes, atrapalhados e não estão nem aí para a sua natureza que manda morar no polo norte e andar em bando. No fundo, Capitão e seus companheiros querem aventuras e, em grande estilo Sessão da Tarde, se meter em altas confusões.

Sinceramente, a expectativa para esta animação era baixa. Com a participação do elenco na Comic Con 2014, talvez os fãs da saga principal tenham se animado um pouco, principalmente porque Benedict Cumberbatch, o novo queridinho de Hollywood, o veterano John Malkovich e o simpático Ken Jeong da trilogia Se Beber Não Case, emprestam suas vozes para iconizar três dos personagens.

Benedict Cumberbatch é Confidencial ou Capitão Secreto John Malkovich é o vilão Dave Ken Jeong faz a foca Pavio Curto

O filme começa contando como que os Pinguins se afastaram de seu habitat natural e foram parar em algum lugar no mundo. Então, Capitão, Kowalski, Recruta e Rico são capturados por um polvo cientista chamado Dr. Otavius Brine, ou  Dave, que resolveu se vingar de todos os pinguins dos zoológicos do mundo. Tudo por que um dia, em Nova York, ele deixou de ser atração do local e perdeu seu espaço para a chegada de pinguins fofinhos.

Dave, que é engraçado e caótico ao mesmo tempo, quer transformar os pinguins em monstros por meio do seu super soro. Para evitar tamanho problema, a equipe do Capitão se une à outra trupe super tecnológica da agência de espiões ‘Vento do Norte’, formada por Confidencial – um lobo, Eva – uma coruja, Montanha – um simpático Urso Polar e Pavio Curto -o uma foquinha dublada no Brasil por Gregório Duvivier do Porta dos Fundos. Juntos, eles tentarão evitar que Dave acabe com a fofura dos pinguins.

Da esquerda para a direita: Eva, Pavio Curto, Confidencial e Montanha

Uma animação dinâmica, muito criativa e que entrega uma aventura repleta de carisma e muitos momentos engraçados. Os Pinguins de Madagascar, que estreia dia 15 de janeiro, merece toda a sua atenção e com certeza será um forte concorrente na próxima premiação do Oscar. Ainda sobre a direção, vale destacar os diversos takes da mesma cena onde os cortes nos momentos exatos garantem uma visão do telespectador mais próxima da emoção do momento, gerando uma experiência interativa com o filme e com seus personagens. A tensão é aplicada com genialidade e até satiriza a receita de bolo que já conhecemos de outros filmes e desenhos animado com um vilão bem interessante. Vale a pena conferir a versão em 3D nos cinemas.

Os Pinguins de Madagascar funcionou muito bem como spin-off e acertou em cheio ao trabalhar estes personagens que foram marcantes na saga principal. Agora nos resta esperar para ver se seus criadores pretendem fazer uma sequência para esses quatro heróis e, caso façam, torço para que a equipe do Vendo do Norte retorne para compor e contrastar ainda mais com Capitão e seus irmãos pinguins.

Ahhh, o Rei Julian, Mort e Maurice aparecem na história e o Mc Lanche Feliz em fevereiro estará recheado de brinquedos imperdíveis!

“I like to move it,move it
I like to move it,move it
I like to move it,move it
Ya like to (“move it”)”

Até a próxima.

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Criticas

Ver também