A temporada final de Supernatural vai estrear semana que vem no Brasil, veja aqui um pouco da história da série

Temporada final de Supernatural vai estrear dia 22 de Outubro

As aventuras de Sam e Dean Winchester chegam ao fim. A temporada final de Supernatural vaie estrear no Warner Channel em breve. Veja aqui tudo sobre a série...

Supernatural chega em sua temporada final e vai estrear em breve no Brasil

Podem dizer o que quiser, mas Supernatural, também conhecido por sua tradução literal do SBT, Sobrenatural, foi uma série que nunca teve medo de ousar em seus episódios, colocando seus protagonistas em situações jamais feitas num drama bem humorado desse século. Foi, por que Supernatural está chegando ao fim após quinze anos dos irmãos Sam e Dean Winchester enfrentando claro, o sobrenatural em suas milhares de formas.
Supernatural foi criado pelo roteirista e produtor Eric Kripke, que começou sua carreira na série Tarzan, com Travis Fimmel (Vikings) fazendo o grande personagem clássico criado por Edgar Rice Burroughs nos dias de hoje. Infelizmente a série não decolou o que foi crucial para a carreira de Kripke seguir em outra direção. Ele apresentou para a direção do CW a ideia de dois irmãos combatendo as forças do mal, para vingar a mãe assassinada por um demônio. E foi assim que nasceu a divertida, assustadora e muito criativa série Supernatural, uma das preciosidades da programação do Warner Channel.
Logo de cara, o principal conceito da série já deixava claro que os personagens eram diferentes de Kolchak ou Fox Mulder: Sam e Dean Winchester não tinha medo do perigo, mesmo ele sendo representado por criaturas das trevas e outros tipos de seres demoníacos. A cada episódio, a dupla encarava o desafio que lhe era imposto, e resolvia muitas vezes com força bruta já que, segundo Dean, era isso que demônios mereciam.
Aliás, a diferença de filosofia entre os dois irmãos sempre foi outro fator muito importante para a dar credibilidade ao programa. Sam era mais comedido em suas análises sobre o caso investigado enquanto que Dean já previa que tipo de arma iria usar para enfrentar a ou as criaturas encontradas. É claro que muitas vezes, os papéis se inverteram, mas sempre estavam juntos para decidir o próximo passo, mesmo isso significava pôr em risco a vida de um deles.
Em 15 anos e mais de 300 episódios, os roteiristas conseguiram criar sagas envolvendo o Céu e o Inferno, Deus, vários tipos de demônio com o próprio Lúcifer incluído, mundos paralelos, e todo o tipo de criatura das trevas que passaram pela TV e pelo Cinema, de vampiros, lobisomens e monstros lendários, além de ficarem no meio do conflito eterno entre anjos e demônios. A cada nova temporada, o desafio era colocar Dean e Sam em situações que apenas a amizade e o amor fraterno entre os dois conseguiam solucionar.
Há episódios, contudo, que os roteiristas decidiram sair do lugar comum, como jogá-los dentro de uma comédia de costumes ou um reality show; mostrar que suas vidas foram escritas episódio a episódio por um escritor solitário que pode ou não ser Deus; fizeram homenagens aos monstros sagrados da Universal num episódio em preto e branco, da mesma forma que foram transformados em desenho animado para participar de uma aventura com a Turma do Scooby-Doo.
Uma das melhores homenagens foi feito no episódio 200, da 10ª temporada, quando um grupo de estudantes secundaristas decide criar um musical baseado na vida de Sam e Dean. Quando a dupla chega no local, descobre a homenagem é baseada exatamente num dos livros escritos sobre a vida dos dois caçadores de criaturas das trevas. O resultado é antológico.
A série também contou com a presença de três outros personagens e vários personagens recorrentes para garantir que o brilho não ficaria apenas sobre os irmãos Winchester. Além da participação ocasional de Jeffrey Dean Morgan (The Walking Dead) como o pai da dupla, entram o anjo Castiel, interpretado por Misha Collins (E.R. Plantão Médico)), e o demônio Crowley, feito por Mark Sheppard (Battlestar Galactica). Quem também esteve na série durante várias temporadas foi o ator Jim Beaver, interpretando um caçador e conselheiro da dupla, Bob Singer. Curiosidade: Jim é genro de Don Adams, o famoso Agente 86.
Faltou falar sobre a dupla de atores Jared Padalecki, que faz Sam, e Jensen Ackles, como Dean Winchester. A química entre os dois foi um dos motivos para que a série tivesse essa longevidade, ninguém duvida disso. Jared foi o interesse romântico de Rory Gilmore (Alexis Bledel) em Gilmore Girls, Dean Forester. Enquanto Jensen participou de uma temporada de Smallville e também na série produzida por James Cameron, Dark Angel, com Jessica Alba.
Na véspera de estrear sua 15ª e última temporada tanto no CW quanto no Warner Channel, Supernatural tem histórias fantásticas, cheias de referências de cultura pop, cinema e televisão, nunca antes feita numa série de TV, digo, num drama do horário nobre da TV americana. Quem quiser comprovar essa experiência, basta acessar a Amazon Prime Video, que colocou todas as 14 temporadas da série disponível para o público brasileiro.
É uma excelente oportunidade para uma grande maratona antes que a nova série chegue no canal da Warner no próximo dia 22, terça-feira, a partir das 21h40.
Recomendamos!

Comente via Facebook!
Categorias
NotíciasSéries

Ver também