True Blood – 7ª temporada – Episódio 6 – Karma

Hoje True Blood teve um episódio dramático e intenso! Quando você pensa que as coisas em Bon Temps vão se acalmar, os problemas e dramas voltam a surgir. Depois da...

Hoje True Blood teve um episódio dramático e intenso!

Quando você pensa que as coisas em Bon Temps vão se acalmar, os problemas e dramas voltam a surgir. Depois da explicação do produtor executivo da série durante a Comic-Con, é possível compreender o que a produção pretende com a última temporada.

True Blood é uma série que já teve de tudo! Muito sexo, muito terror, muitas bruxas, muito sangue, muitas mortes, muitos mistérios e muitos desfechos dramáticos. Na season finale, tudo isso simplesmente sumiu. Os seis episódios exibidos até o momento levam aos fãs uma série muito mais amena e “humana” apesar de seus diversos personagens sobrenaturais. A grande verdade é que todos os personagens estão literalmente de “saco cheio” dessa zona e só querem agora seguir uma vida “normal”, mesmo que para isso, seja necessário viver em paz com os vampiros.

No episódio Karma, Bill vai atrás de ajuda de uma advogada para conseguir mudar seu testamento e deixar tudo para Jessica. Enquanto isso, Sokie, ao saber do estado do Bill, resolve fazer o exame para saber se ela está infectada também.

Pam e Eric são pegos pela Yakusa, após um péssimo, porém necessário, acordo, eles se unem à máfia para caçar Sarah Newlin. Já Sarah, vai atrás de sua irmã vampira e revela que ela é a cura para a H-Vamp. Entre a incansável tentativa de Latie Mae conseguir contato com Tara, Nicole tomar a decisão de sair da cidade, o filho de Holy apaixonado por Adilyn, Lafayette com um amor incerto e Violet sendo obsessiva e controladora (e agora corna), o enredo de True Blood caminha para o famoso fim de novela: você só quer saber quem vai casar com quem e quando o vilão vai morrer. Parece fútil, mas não é! Não tem porque criar mais personagens caricatas de contos de fadas para finalizar uma série que sempre, de fundo, explorou o amor de Sokie e Bill. Vai dizer que, apesar de tudo, você não está super curioso para saber com quem ela vai ficar no final.

O nome do episódio de hoje tem tudo a ver com a proposta, afinal cada personagem carrega seu karma: Sookie e Bill, Jessica e Jason, Latie Mae e Tara, Andy e Holy, Lalá e ausência do amor, Sam e falta de culhões de abandonar essa cidade e Pam e Eric naquele relacionamento carnal/afetivo sem uma estrutura exata. Esqueci de algum personagem? Bem, ou eles morreram ou já não pertencem mais o núcleo principal da série.

Ah, vale ressaltar que a frase de hoje da querida Pam foi incrível!

“Eu imaginei minha morte muitas vezes, mas nunca com o sol nascendo em um lugar cheio de carpete.”

De todos os episódio de última temporada até agora, este é o favorito! Até domingo que vem galera!

Comente via Facebook!
Tatá Snow

“Crítica” de cinema – prefiro ‘analista de entretenimento’, fanática por comédias românticas e viciada em Sex and The City. Ah…#TeamCap

Categorias
Críticas

Ver também